Exportar registro bibliográfico


Metrics:

Diabetes: práticas e sentidos de cuidado e autocuidado em fluxo no Sistema Único de Saúde (Sus) (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: CRUCE, ALEXANDRE PEREIRA - FSP
  • Unidade: FSP
  • Sigla do Departamento: HSM
  • DOI: 10.11606/D.6.2015.tde-08042015-103829
  • Subjects: AUTOCUIDADO; ASSISTÊNCIA À SAÚDE; DIABETES MELLITUS; REDES SOCIAIS; SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE; FATORES SOCIOECONÔMICOS; ETNOGRAFIA
  • Keywords: Actantes; Cuidado e Autocuidado; Redes
  • Language: Português
  • Abstract: Problema de saúde pública de prevalência global, a diabetes está em franca expansão em todo planeta, vinculada ao contexto socioeconômico, às condições de urbanização e ao envelhecimento populacional. Estimativas da Organização Mundial da Saúde indicam que existem, atualmente, 387 milhões de pessoas vivendo com diabetes no mundo. Quarto colocado no ranking da International Diabetes Federation, o Brasil tem 11,6 milhões de adoecidos, 10% dos quais insulinodependentes. É nesse cenário epidêmico que se dá a construção de redes e sentidos de cuidado e autocuidado da diabetes baseados em práticas e conceitos elaborados por actantes os mais diversos, das políticas públicas brasileiras de saúde coletiva a profissionais de saúde e adoecidos crônicos. Assim, o objetivo deste trabalho é analisar como as redes e seus actantes humanos e não humanos (políticas públicas, rede de atenção à saúde, profissionais de saúde, pacientes, amigos e familiares, medicamentos, insumos e tecnologias) performam e são performados na produção de cuidado e autocuidado no cotidiano dos serviços especializados. Para tanto foi realizado um estudo etnográfico, por meio de observação participante e entrevistas semiestruturadas de profissionais de saúde e usuário de unidade de atenção secundária do município de São Bernardo do Campo, no ABCD paulista.O objetivo foi, assim, contribuir para o entendimento das relações entre atores os mais diversos a partir de produção de cuidado e autocuidado e, consequentemente, refletir sobre a saúde coletiva e os projetos terapêuticos mais próximos dos contextos culturais e das singularidades de adoecidos crônicos e profissionais de saúde
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.03.2015
  • Acesso à fonteAcesso à fonteAcesso à fonteDOI
    Informações sobre o DOI: 10.11606/D.6.2015.tde-08042015-103829 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de acesso aberto
    • Este artigo é de acesso aberto
    • URL de acesso aberto
    • Cor do Acesso Aberto: gold
    • Licença: cc-by-nc-sa

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CRUCE, Alexandre Pereira; CAMPOS, Edemilson Antunes de. Diabetes: práticas e sentidos de cuidado e autocuidado em fluxo no Sistema Único de Saúde (Sus). 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < https://doi.org/10.11606/D.6.2015.tde-08042015-103829 > DOI: 10.11606/D.6.2015.tde-08042015-103829.
    • APA

      Cruce, A. P., & Campos, E. A. de. (2015). Diabetes: práticas e sentidos de cuidado e autocuidado em fluxo no Sistema Único de Saúde (Sus). Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de https://doi.org/10.11606/D.6.2015.tde-08042015-103829
    • NLM

      Cruce AP, Campos EA de. Diabetes: práticas e sentidos de cuidado e autocuidado em fluxo no Sistema Único de Saúde (Sus) [Internet]. 2015 ;Available from: https://doi.org/10.11606/D.6.2015.tde-08042015-103829
    • Vancouver

      Cruce AP, Campos EA de. Diabetes: práticas e sentidos de cuidado e autocuidado em fluxo no Sistema Único de Saúde (Sus) [Internet]. 2015 ;Available from: https://doi.org/10.11606/D.6.2015.tde-08042015-103829

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021