Exportar registro bibliográfico

Caracterização tecnológica da madeira das espécies de maior frequência no segundo ciclo de corte na Floresta Nacional do Tapajós (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: CARDOSO, CLÁUDIA DA COSTA - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LCF
  • Subjects: MANEJO FLORESTAL; CORTE (PLANTAS); FLORESTAS NACIONAIS; SECAGEM DA MADEIRA; TECNOLOGIA DA MADEIRA
  • Language: Português
  • Abstract: Ensaios pioneiros sobre o manejo de florestas tropicais, no final da década de 70, foram executados na Floresta Nacional (FLONA) do Tapajós; e atualmente surge a oportunidade de se iniciar os estudos relativos ao segundo ciclo de corte. Nisto, áreas experimentais em que a exploração inicial foi intensiva apresentam mudanças na cobertura vegetal, com abundância de espécies menos conhecidas ou não comerciais, sendo então necessário analisar tecnologicamente a madeira dessas espécies com o intuito de inseri-las no mercado. Visando colaborar nesse sentido, o presente trabalho teve como objetivo principal caracterizar tecnologicamente e elaborar programas de secagem para as madeiras de Acariquarana (Rinorea guianensis), Breu (Protium apiculatum) e Urucu da mata (Bixa arborea); espécies com alta densidade populacional na área do segundo ciclo de corte na FLONA Tapajós. Para tal, abateu-se cinco árvores de cada espécie, sendo coletado material tanto para a identificação botânica como para a caracterização anatômica, ensaios físico-mecânicos e elaboração dos programas de secagem, além destes foram realizados testes estatísticos de correlação canônica para identificar as associações entre as características estudadas. Com base nos resultados, a madeira das espécies Rinorea guianensis e Protium apiculatum apresentaram características anatômicas semelhantes às encontradas em literatura ao nível de gênero e, Bixa arborea para o nível de espécie. Em relação às principais propriedadesfísico-mecânicas, as madeiras de Acariquarana, Breu e Urucu possuem densidade básica de, respectivamente, 0,78; 0,51 e 0,27 g/cm³; e com Módulo de Ruptura (MOR) na flexão estática de 147,98; 79,10 e 34,06 Mpa, na mesma ordem. Em comparação com espécies já comercializadas, a espécie Rinorea guianensis (Acariquarana) pode ser indicada para construção civil, móveis, ferramentas, além de torneados e chapas; a espécie Protium apiculatum (Breu) pode ser usada na construção civil, embalagens, caixas, venezianas, para decoração, móveis e compensados e, Bixa arborea (Urucu da mata) pode ser indicada para molduras, palito de fósforo, compensados, laminados, divisórias internas, engradados, brinquedos, aeromodelismo, além de produção de papel. Foi possível a indicação de programas de secagem específicos para as madeiras de cada uma das espécies estudadas, os quais se mostraram coerentes com as indicações encontradas em literatura para espécies já comercializadas e com características semelhantes às das espécies em estudo. Com relação à analise das correlações canônicas ao nível de 1% de probabilidade entre as propriedades das madeiras observa-se que madeiras de maior frequência e espessura do raio e parede celular de menor espessura estão associadas a madeiras de alta contração tanto tangencial como radial, e baixa densidade básica; madeiras de maior frequência e espessura do raio e com paredes menos espessas estão associadas a madeiras de elevado módulo de ruptura no ensaio deflexão estática e menor módulo de ruptura no ensaio de compressão paralela; madeiras com paredes mais espessas e menor espessura dos raios estão associadas a madeiras de maior módulo de ruptura no ensaio de compressão paralela e menor módulo de ruptura no ensaio de flexão estática; madeiras com raios mais espessos e parede menos espessa estão associados a madeiras de baixo nível de colapso e elevado nível de rachadura
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.01.2015
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CARDOSO, Cláudia da Costa; JANKOWSKY, Ivaldo Pontes. Caracterização tecnológica da madeira das espécies de maior frequência no segundo ciclo de corte na Floresta Nacional do Tapajós. 2015.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11150/tde-08042015-140825/ >.
    • APA

      Cardoso, C. da C., & Jankowsky, I. P. (2015). Caracterização tecnológica da madeira das espécies de maior frequência no segundo ciclo de corte na Floresta Nacional do Tapajós. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11150/tde-08042015-140825/
    • NLM

      Cardoso C da C, Jankowsky IP. Caracterização tecnológica da madeira das espécies de maior frequência no segundo ciclo de corte na Floresta Nacional do Tapajós [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11150/tde-08042015-140825/
    • Vancouver

      Cardoso C da C, Jankowsky IP. Caracterização tecnológica da madeira das espécies de maior frequência no segundo ciclo de corte na Floresta Nacional do Tapajós [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11150/tde-08042015-140825/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021