Exportar registro bibliográfico

Caracterização da resposta SOS em Leptospira interrogans sorovar Copenhageni (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: FONSECA, LUCIANE SCHONS DA - IQ
  • Unidade: IQ
  • Sigla do Departamento: QBQ
  • Subjects: DANO AO DNA; EXPRESSÃO GÊNICA; LEPTOSPIROSE
  • Language: Inglês
  • Abstract: Leptospira é um gênero basal em um grupo já considerado um dos mais ancestrais, as espiroquetas. As espécies patogênicas são responsáveis pela leptospirose, uma doença presente em todo o mundo e de principal importância em países tropicais em desenvolvimento. L. interrogans sorovar Copenhageni é o agente da maior parte dos casos no Brasil. Nesse trabalho, utilizamos diversas abordagens experimentais para caracterizar o sistema SOS nesse sorovar, identificar seu impacto na resposta geral a danos no DNA, assim como avaliar as funções de reparo de DNA disponíveis em leptospiras patogênicas e saprofíticas. Identificamos um repressor LexA adicional, adquirido por transferência horizontal e exclusivo do sorovar Copenhageni. Observamos também que irradiação por UV-C causou significativa morte celular e bloqueio da divisão celular dos sobreviventes. Ambos os repressores são ativos e identificamos as sequências que utilizam para se ligar aos promotores dos genes regulados. Entretanto, o SOS box de LexA1 foi redefinido após uma busca de novo por motivos enriquecidos nas sequências recuperadas por ChIP-seq. Esse regulador ligou-se ao menos a 25 locais do genoma. A maioria desses alvos teve aumento de expressão após UV-C. Danos no DNA também causaram um importante rearranjo metabólico: houve aumento de expressão em transposons e profagos, além de indutores de mutagênese e vias de reparo; por outro lado, mobilidade, crescimento celular e quase todos os fatores de virulência foram reprimidos. Dois profagos induzidos durante essa resposta, possivelmente proporcionam algumas proteínas de funções importantes. Nós também avaliamos a presença de genes envolvidos no reparo de DNA em três espécies de leptospira: L. biflexa, L. interrogans e L. borgpetersenii. L. interrogans é a espécie com maior diversidade e redundância de genes de reparo. Além disso, transferência horizontal parece ser umimportante fornecedor de funções de reparo nesse gênero. Leptospiras também apresentam genes característicos tanto de bactérias Gram-positivas quanto Gram-negativas. Genes representando diferentes vias de reparo foram induzidos durante infecção em modelo animal, sugerindo que essas vias estão ativas no curso da doença. Todos esses dados, em conjunto, sugerem que elementos genéticos móveis são de extrema importância na evolução do gênero e das vias de reparo. Assim, durante a resposta a danos no DNA, diversos mecanismos dependentes e independentes de SOS são empregados para frear o crescimento celular e virulência em favor da indução controlada de mecanismos para aumentar variabilidade genética
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 09.02.2015
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FONSECA, Luciane Schons da; HO, Paulo Lee. Caracterização da resposta SOS em Leptospira interrogans sorovar Copenhageni. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46131/tde-25032015-110306/ >.
    • APA

      Fonseca, L. S. da, & Ho, P. L. (2015). Caracterização da resposta SOS em Leptospira interrogans sorovar Copenhageni. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46131/tde-25032015-110306/
    • NLM

      Fonseca LS da, Ho PL. Caracterização da resposta SOS em Leptospira interrogans sorovar Copenhageni [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46131/tde-25032015-110306/
    • Vancouver

      Fonseca LS da, Ho PL. Caracterização da resposta SOS em Leptospira interrogans sorovar Copenhageni [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46131/tde-25032015-110306/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020