Exportar registro bibliográfico

Efeitos do treinamento auditivo formal nas funções auditivas de crianças e adolescentes vítimas de maus-tratos e com distúrbio de processamento auditivo (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated author: SANTOS, FERNANDA PONTES DOS - FM
  • School: FM
  • Sigla do Departamento: MFT
  • Subjects: PROBLEMAS SOCIAIS; COGNIÇÃO; CRIANÇAS; ADOLESCENTES; TRANSTORNOS DA PERCEPÇÃO; VIOLÊNCIA CONTRA O MENOR; MAUS-TRATOS INFANTIS
  • Keywords: Adolescente; Adolescents; Auditory perceptual disorders; Child; Child abuse; Cognição; Cognition; Criança; Maus-tratos infantis; Problemas sociais; Social problems; Transtornos da percepção auditiva
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: Os maus-tratos infantis são uma grande problemática em termos de saúde pública no Brasil e no mundo. Crianças vítimas de maus-tratos desenvolvem uma série de alterações físicas, emocionais e, consequentemente, sociais. A importância do entendimento e reabilitação da função auditiva tem sido amplamente estudada, no entanto, nesta população específica de crianças vítimas de maus-tratos, ainda há carência de pesquisas neste sentido. Objetivo: Verificar o efeito do treinamento auditivo formal nas funções auditivas de crianças e adolescentes vítimas de maus-tratos e com Distúrbio de Processamento Auditivo. Método: Participaram do estudo 34 sujeitos com idade entre 8 e 16 anos, vítimas de maus-tratos, atendidos em um programa de atendimento global e multidisciplinar direcionado a esta população, o Programa Equilíbrio (Programa do Departamento e Instituto de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da USP em parceria com a Prefeitura de São Paulo). Os sujeitos foram divididos em quatro grupos (G1, G2, G3I e G3II). Todos os grupos realizaram uma avaliação de processamento auditivo inicial. Após esta avaliação inicial, G1 foi, imediatamente, submetido a Treinamento auditivo Formal (TAF) por 3 meses e reavaliado após conclusão desta intervenção; o grupo G2 foi utilizado como controle, tendo sido reavaliado, também, após 3 meses, porém sem a realização de TAF; o grupo G3 foi, inicialmente, utilizado como controle - G3I; tendo sido, a exemplo do grupo 2, reavaliado após 3 meses sem realização de TAF no período.Em seguida a esta segunda avaliação, o G3 foi submetido ao TAF e, novamente, reavaliado após a conclusão desta intervenção, funcionando, agora, também como grupo estudo - G3II. Com relação à intervenção, essa se consistiu em 12 sessões de treinamento auditivo formal, realizadas semanalmente (1 vez por semana), as quais foram estruturadas baseando-se em pesquisas anteriores, mas adaptadas, levando em consideração as particularidades da população estudada. Resultados: Foi evidenciada melhora significante nas habilidades auditivas treinadas que puderam ser visualizadas nos resultados da maioria dos testes aplicados nos grupos G1 (Estudo) e G3II após o treinamento auditivo formal. Por outro lado, não houve mudança significante nos resultados dos testes aplicados nas avaliações 1 e 2 dos grupos G2 (Controle) e G3I realizadas com espaçamento de três meses sem realização de TAF no período. Ainda foi possível visualizar correlação entre aderência, gênero e idade, e o resultado final da intervenção, e também correlação entre aderência e tipo de diagnóstico psiquiátrico. Conclusão: O Programa de TAF de 12 sessões foi eficiente para esta população no que diz respeito à melhora das habilidades auditivas avaliadas e treinadas. Houve influência na melhora das variáveis: gênero (feminino), aderência (maior aderência apresentando melhora mais acentuada) e idade (crianças menores). Além disto, a variável aderência apresentou correlação com o tipo de diagnóstico psiquiátrico, sendo vista piora na presença de, pelo menos, um diagnóstico do tipo internalizante
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 23.01.2015
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANTOS, Fernanda Pontes dos; SCHOCHAT, Eliane. Efeitos do treinamento auditivo formal nas funções auditivas de crianças e adolescentes vítimas de maus-tratos e com distúrbio de processamento auditivo. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5170/tde-31032015-164119/ >.
    • APA

      Santos, F. P. dos, & Schochat, E. (2015). Efeitos do treinamento auditivo formal nas funções auditivas de crianças e adolescentes vítimas de maus-tratos e com distúrbio de processamento auditivo. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5170/tde-31032015-164119/
    • NLM

      Santos FP dos, Schochat E. Efeitos do treinamento auditivo formal nas funções auditivas de crianças e adolescentes vítimas de maus-tratos e com distúrbio de processamento auditivo [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5170/tde-31032015-164119/
    • Vancouver

      Santos FP dos, Schochat E. Efeitos do treinamento auditivo formal nas funções auditivas de crianças e adolescentes vítimas de maus-tratos e com distúrbio de processamento auditivo [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5170/tde-31032015-164119/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2022