Exportar registro bibliográfico

Sensibilidade orofacial após cirurgia ortognática (2014)

  • Authors:
  • Autor USP: LIMA, ANA CAROLINA CHICARONI FAGUNDES - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: ROO
  • Subjects: CIRURGIA ORTOGNÁTICA; SENSAÇÃO (FISIOLOGIA); SISTEMA ESTOMATOGNÁTICO; DEFORMIDADES DENTO-FACIAIS; FONOAUDIOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: Indivíduos submetidos à cirurgia ortognática, para carroção da deformidade dentofacial, podem apresentar alterações sensitivas dependendo da técnica cirúrgica realizada e o período de recuperação ainda é controverso. O objetivo do estudo foi analisar alterações sensoriais das estruturas orofaciais decorrentes da cirurgia ortognática e sua evolução num seguimento de um ano do tratamento da deformidade dentofacial. Foram avaliados 52 pacientes com indicação de cirurgia ortognática, entre 18-55 anos, de ambos os géneros, com agendamento cirúrgico prévio. A sensibilidade orofacial foi investigada bilateralmente, por meio de um estesiômetro, que consiste de seis monofilamentos de nylon, de comprimentos iguais, cores e diâmetros diferentes, que exercem diversas forças quando aplicados na pele. O paciente foi instruído a fechar os olhos e apontar o local que sentiu o toque. A sensibilidade foi avaliada no período de 1 a 2 dias de pré-operatório, em uma semana, três meses, seis meses e um ano após a cirurgia ortognática. Considerou-se a seguinte classificação: sem alteração evidente, escore zero (0); alteração leve, escore um (1); alteração de leve à moderada, escore dois (2); alteração moderada, escore três (3); alteração moderada à grave, escore quatro (4) e alteração grave, escore cinco (5). Para analisar a evolução sensitiva em cada grupo cirúrgico (de acordo com a osteotomia realizada), em diferentes intervalos de tempo, foi utilizado o teste de Friedman, por meio do software OriginPro, versão 9.0. O nível de significância adotado foi 5%. Foram observadas alterações mais evidentes de sensibilidade no lábio inferior e no monto dos pacientes que realizaram osteotomia sagital da mandíbula (G.Sag) e cirurgia combinada com ou sem a técnica de mentoplastia (G.Comb). Observou-se ainda diferença significativa (p<0,05) para a região do lábio inferior, para osindivíduos submetidos a técnica de osteotomia vertical de mandíbula (G.Vert), além de alteração significativa (p<0,05) para o corpo de mandíbula e região de lábio superior no G.Comb. Não houve diferença significativa (p>0,05) entre os períodos analisados para todas as técnicas cirúrgicas investigadas para as regiões de ramo de mandíbula, ângulo de mandíbula e bucinador. Pode-se concluir que as regiões orofaciais mais afetadas pela cirurgia ortognática foram o mento e lábio inferior, com alterações sensitivas grave à leve a moderada, decorrentes das técnicas cirúrgicas sagital e grave à leve, para o procedimento combinado, seguidas da região do lábio inferior para a técnica cirúrgica vertical, com alteração sensitiva grave à leve a moderada presentes até um ano de pós-operatório. Nas regiões de lábio superior e corpo de mandíbula, as alterações voltaram à normalidade com três meses e seis meses de pós-operatório respectivamente (G.Comb). As regiões menos afetadas foram a região de ramo de mandíbula, com alteração grau leve aos três meses para a técnica vertical e seis meses para o procedimento combinado; a região de angulo de mandíbula, com alterações sensitivas em todos os procedimentos cirúrgicos e a região de bucinador, com alteração sensitiva na primeira semana de pós-operatório, para a técnica Le Fort I e para o procedimento combinado. A identificação precisa dessas alterações sensoriais poderá auxiliar no direcionamento da reabilitação miofuncional orofacial
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.09.2014

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LIMA, Ana Carolina Chicaroni Fagundes; TRAWITZKI, Luciana Vitaliano. Sensibilidade orofacial após cirurgia ortognática. 2014.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2014.
    • APA

      Lima, A. C. C. F., & Trawitzki, L. V. (2014). Sensibilidade orofacial após cirurgia ortognática. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Lima ACCF, Trawitzki LV. Sensibilidade orofacial após cirurgia ortognática. 2014 ;
    • Vancouver

      Lima ACCF, Trawitzki LV. Sensibilidade orofacial após cirurgia ortognática. 2014 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021