Exportar registro bibliográfico

Efeito do ligante de receptor tipo Toll 9 combinado à proteína micobacteriana como imunoterapia para asma experimental (2014)

  • Authors:
  • Autor USP: PRADO, RAFAEL DE QUEIROZ - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RBI
  • Subjects: ASMA; IM
  • Language: Português
  • Abstract: A asma é uma doença pulmonar que leva à obstrução reversível dos brônquios e hiper-reatividade das vias aéreas. Na maioria dos casos, a etiologia da enfermidade é a inalação de alérgenos. No mundo, aproximadamente 235 milhões de pessoas são asmáticas. Dentre as principais alternativas indicadas para o tratamento da asma está a imunoterapia alérgeno-específica e uso de corticoides. Alternativamente, imunoterapias baseadas na administração de ligantes de receptores tipo Toll em conjunto ao alérgeno têm sido estudadas. Tais ligantes mimetizam padrões moleculares associados a patógenos e geram, na sua maioria, resposta contrária àquela que é característica da inflamação asmática. Nosso grupo já havia mostrado que imunoterapia livre de alérgenos, utilizando produtos microbianos, foi capaz de atenuar a resposta alérgica em modelo experimental. Com o objetivo de aperfeiçoar o esquema de imunoterapia, no presente trabalho, investigamos o potencial da combinação da proteína de choque térmico de 65 kD de Mycobacterium leprae (Hsp65) e ligantes de receptores do tipo Toll na atenuação da asma experimental, e os mecanismos imunológicos pelos quais a melhor das combinações estaria agindo. Dessa forma, submetemos camundongos ao protocolo de inflamação das vias aéreas induzida por ovalbumina, seguindo-se o tratamento com doses de Hsp65 combinada a Poly I:C (agonista de TLR3), Pam3Cys (agonista de TLR2) ou CpG (agonista de TLR9). Os resultados mostram que apenas o tratamento com Hsp65 e CpG reduziu a eosinofilia, as citocinas de perfil Th2 e a produção de IgE específica para ovalbumina. Esta redução foi acompanhada pelo aumento da produção de IFN-y por células do linfonodo reestimuladas com ovalbumina e por aumento da frequência de linfócitos T CD8 e monócitos inflamatórios no pulmão dos animais tratados. In vitro, demonstramos que os componentes do tratamento foramcapazes de induzir maturação e ativação de células dendríticas. Com o uso de camundongos knockout, mostramos que o efeito do tratamento foi dependente da sinalização de TLR9, IFN-γ e CCR2 e independente de TLR2, TLR4, CD8 e IL-12. Além disso, o efeito da imunoterapia com Hsp65 e CpG requer a participação de monócitos recrutados para o pulmão, embora nós não tenhamos determinado se os monócitos atuam direta ou indiretamente na modulação da alergia. Em suma, os resultados aqui apresentados mostram, de maneira inédita, o efeito adicional da proteína de choque térmico de M. leprae na regulação da inflamação Th2 exercida por CpG, ressaltando a importância da imunidade inata neste processo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.09.2014

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PRADO, Rafael de Queiroz; BONATO, Vânia Luiza Deperon. Efeito do ligante de receptor tipo Toll 9 combinado à proteína micobacteriana como imunoterapia para asma experimental. 2014.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2014.
    • APA

      Prado, R. de Q., & Bonato, V. L. D. (2014). Efeito do ligante de receptor tipo Toll 9 combinado à proteína micobacteriana como imunoterapia para asma experimental. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Prado R de Q, Bonato VLD. Efeito do ligante de receptor tipo Toll 9 combinado à proteína micobacteriana como imunoterapia para asma experimental. 2014 ;
    • Vancouver

      Prado R de Q, Bonato VLD. Efeito do ligante de receptor tipo Toll 9 combinado à proteína micobacteriana como imunoterapia para asma experimental. 2014 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021