Exportar registro bibliográfico

Avaliação do efeito do treino de marcha em esteira com e sem suspensão do peso corporal no equilíbrio de pacientes com doença de Parkinson em uso de estimulação cerebral profunda (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated author: SALES, VIVIANE CAROLINA - FM
  • School: FM
  • Sigla do Departamento: MCM
  • Subjects: DOENÇA DE PARKINSON; ESTIMULAÇÃO CEREBRAL; FISIOTERAPIA; EQUILÍBRIO; POSTURA; DESEMPENHO MOTOR; TREINAMENTO DE FORÇA
  • Keywords: Deep brain stimulation; Desempenho psicomotor; Doença de Parkinson; Equilíbrio postural; Estimulação encefálica profunda; Fisioterapia; Gait; Marcha; Parkinson's disease; Physiotherapy; Postural control; Psychomotor performance; Resistance training; Treinamento de resistência
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: Após a cirurgia de Estimulação Cerebral Profunda (DBS), pacientes com doença de Parkinson (DP) ainda apresentam alterações posturais e da marcha. Assim, intervenções adicionais são necessárias para reduzir a instabilidade postural e quedas. O treino de marcha em esteira é conhecido por melhorar parâmetros do equilíbrio e marcha de pacientes com DP; no entanto, o que ainda não se sabe é se há diferença entre o treino com e sem suspensão do peso corporal e se esses tipos de treinamento são capazes de potencializar os efeitos da DBS. Objetivo: A proposta deste estudo foi comparar os efeitos do treino em esteira, com e sem supensão do peso corporal, em aspectos do equilíbrio de pacientes com DP após DBS. Métodos: Homens (n=6) e Mulheres (n=5) com DP (60.9± 10.6 anos) em uso de DBS bilateral em Núcleo Subtalâmico foram avaliados quanto o equilíbrio e mobilidade antes e após o tratamento, usando o Time Up and Go test (TUG) em três condições: convencional, cognitiva e motora; assim como, a Escala de Berg e a Posturografia Estática. Na fase 1, todos os sujeitos participaram de um programa de fisioterapia convencional associado à treino em esteira por 8 semanas (16 sessões). Após 6 semanas de período de wash-out, cada participante realizou o mesmo treino durante 8 semanas porém, o treino em esteira foi realizado com suspensão do peso corporal. Resultados: Após a fase 1 de treino em esteira sem suspensão, houve melhoras na performance do TUG cognitivo (pré: 15.7±1,8 s versus pós: 13.7±3.1 s; p=0.01)e um aumento do deslocamento corporal ântero-posterior e médio-lateral com os olhos fechados. Após a fase 2 de treino em esteira com suspensão do peso corporal, houve melhoras do TUG convencional (pré: 12.3±2.0 s versus pós: 10.7±1.7 s; p=0.01) e cognitivo (pré: 14.6±3.5 s versus pós: 12.5±1.6 s; p < 0.05). Não houve mudanças significantes nos escores da Escala de Berg após ambas as fases. Conclusão: O treino de marcha em esteira com ou sem suspensão do peso corporal promove melhora do equilíbrio estático e dinâmico em pacientes com DP após a cirurgia de DBS. Ambos os métodos tem resultados similares; No entanto, o treino de marcha com suspensão do peso corporal parece ser uma opção potencialmente superior, uma vez que pacientes sentem-se mais seguros, e isso pode levar à um tipo de treino mais viável
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.12.2014
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SALES, Viviane Carolina; GREVE, Julia Maria D Andrea. Avaliação do efeito do treino de marcha em esteira com e sem suspensão do peso corporal no equilíbrio de pacientes com doença de Parkinson em uso de estimulação cerebral profunda. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5160/tde-24022015-152845/ >.
    • APA

      Sales, V. C., & Greve, J. M. D. A. (2014). Avaliação do efeito do treino de marcha em esteira com e sem suspensão do peso corporal no equilíbrio de pacientes com doença de Parkinson em uso de estimulação cerebral profunda. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5160/tde-24022015-152845/
    • NLM

      Sales VC, Greve JMDA. Avaliação do efeito do treino de marcha em esteira com e sem suspensão do peso corporal no equilíbrio de pacientes com doença de Parkinson em uso de estimulação cerebral profunda [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5160/tde-24022015-152845/
    • Vancouver

      Sales VC, Greve JMDA. Avaliação do efeito do treino de marcha em esteira com e sem suspensão do peso corporal no equilíbrio de pacientes com doença de Parkinson em uso de estimulação cerebral profunda [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5160/tde-24022015-152845/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020