Exportar registro bibliográfico

Avaliação do Papel da Via Canônica e Não Canônica de NFB na Manutenção da Pluripotência e na Diferenciação, por Meio da Técnica de Imunoprecipitação de Cromatina (2014)

  • Authors:
  • Autor USP: BEZERRA, HUDSON LENORMANDO DE OLIVEIRA - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RGE
  • Subjects: CÉLULAS-TRONCO; NEOPLASIAS EMBRIONÁRIAS DE CÉLULAS GERMINATIVAS; DIFERENCIAÇÃO CELULAR
  • Keywords: Carcinoma embrionário; Células pluripotentes; Diferenciação; Differentiation; Embryonal carcinoma; NFB; NFB; Pluripotência; Pluripotency; Pluripotent stem cells
  • Language: Português
  • Abstract: As células pluripotentes (CPs), em teoria, são capazes de dar origem a todos os mais de 200 tipos de células do organismo. Na natureza, há três tipos de células pluripotentes: células-tronco embrionárias, células germinais embrionárias e células de carcinoma embrionário. As características das CPs têm permitido um importante avanço para a pesquisa básica e apontam uma grande aplicabilidade na medicina regenerativa. No núcleo das CPs existem fatores atuantes responsáveis pela manutenção da identidade pluripotente; dentre eles destacam-se OCT4, NANOG, SOX2, KLF4 e MYC. Muito já se sabe sobre os mecanismos que estes fatores atuam para promover a manutenção da pluripotência celular. Baseados nestes estudos foi possível gerar células de pluripotência induzida (iPSCs). Porém, os mecanismos moleculares que direcionam a indução da pluripotência ainda não estão muito bem esclarecidos. Alguns estudos revelaram que componentes chaves da via NFB estão envolvidos na regulação da pluripotência, bem como na diferenciação e destino celular das células-tronco. Neste estudo, analisamos a participação de componentes da via canônica (RelA e NFB1) e não-canônica (RelB e NFB2) de NFB nos processos de diferenciação e destino celular ou manutenção da pluripotência. Para isto usamos técnicas de PCR quantitativa em Tempo Real (qPCR) e Imunoprecipitação de Cromatina (ChIP) investigando os papéis das vias canônica e não-canônica de NFB na manutenção da pluripotência e diferenciação de CPs, em um modelo de indução de diferenciação celular mediado por ácido trans-retinóico (atRA) em células de carcinoma embrionário NTera-2. Foram avaliadas as ligações dos fatores de transcrição RelA e RelB nas regiões promotoras dos genes OCT4, SOX2, MYC, KLF4 e GFAP e a regulação transcricional associada. Nossos resultados identificaram que as células não tratadas com atRAapresentaram níveis baixos na expressão dos componentes da via canônica de NFB, RelA e NFB1, e GFAP e quando induzidas à diferenciação por atRA durante 4 dias esses níveis se elevaram. Uma situação oposta foi vista nos componentes da via não-canônica de NFB, RelB e NFB2, e na expressão dos fatores de pluripotência OCT4, NANOG, SOX2 e KLF4, que apresentaram níveis de expressão elevados nas células não tratadas com atRA e sofreram redução com a indução da diferenciação celular. O ensaio de ChIP revelou que RelA liga-se nas regiões de regulação dos genes OCT4, SOX2, KLF4, MYC e GFAP apenas quando a célula está em processo de diferenciação, enquanto RelB se apresentou ligado às mesmas regiões tanto nas células indiferenciadas quanto naquelas induzidas à diferenciação por 4 dias. Com estes dados sugerimos que a via canônica de NFB pode estar relacionada com o processo de diferenciação e destino celular através da regulação negativa executada por RelA e NFB1 nos genes responsáveis pela identidade pluripotente das células aqui estudadas enquanto a via não-canônica de NFB, representada pela ativação de RelB e NFKB2, pode participar na manutenção da pluripotência através da regulação positiva destes mesmos fatores
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.09.2014
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BEZERRA, Hudson Lenormando de Oliveira; PANEPUCCI, Rodrigo Alexandre. Avaliação do Papel da Via Canônica e Não Canônica de NFB na Manutenção da Pluripotência e na Diferenciação, por Meio da Técnica de Imunoprecipitação de Cromatina. 2014.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17135/tde-30102014-110439/ >.
    • APA

      Bezerra, H. L. de O., & Panepucci, R. A. (2014). Avaliação do Papel da Via Canônica e Não Canônica de NFB na Manutenção da Pluripotência e na Diferenciação, por Meio da Técnica de Imunoprecipitação de Cromatina. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17135/tde-30102014-110439/
    • NLM

      Bezerra HL de O, Panepucci RA. Avaliação do Papel da Via Canônica e Não Canônica de NFB na Manutenção da Pluripotência e na Diferenciação, por Meio da Técnica de Imunoprecipitação de Cromatina [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17135/tde-30102014-110439/
    • Vancouver

      Bezerra HL de O, Panepucci RA. Avaliação do Papel da Via Canônica e Não Canônica de NFB na Manutenção da Pluripotência e na Diferenciação, por Meio da Técnica de Imunoprecipitação de Cromatina [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17135/tde-30102014-110439/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021