Exportar registro bibliográfico

Monitoramento de enfermagem em um programa de gestão de doenças crônicas: seguimento de um grupo de hipertensos (2014)

  • Authors:
  • Autor USP: RAYMUNDO, ANA CAROLINA NASCIMENTO - EE
  • Unidade: EE
  • Sigla do Departamento: ENC
  • Subjects: ENFERMAGEM; DOENÇA CRÔNICA; HIPERTENSÃO
  • Keywords: Hypertension; Nursing
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: A hipertensão arterial tem alta prevalência, porém o controle dos níveis pressóricos é pouco satisfatório, provavelmente devido a baixa adesão ao tratamento. Assim, faz-se necessário buscar estratégias para aumentar o controle e adesão ao tratamento e modificar o estilo de vida. O Objetivo principal desse estudo foi caracterizar um grupo de hipertensos monitorados por enfermeiros dentro de um programa de gestão de doenças crônicas. Casuística e Métodos: O estudo foi realizado com 283 hipertensos em uma instituição particular na cidade de São Paulo, que praticava a gestão de doenças crônicas. Os hipertensos foram orientados por um período de 17 meses, com contatos telefônicos mensalmente e duas visitas domiciliares nos meses 9 e 17. A pressão arterial, peso e altura foram referidos nos contatos telefônicos e aferidos nas visitas domiciliares. Foram avaliados também ingestão de bebida alcoólica, tabagismo e sedentarismo. A adesão ao tratamento medicamentoso foi avaliada pelo teste de Morisky Green. A avaliação foi realizada em cinco momentos (a cada três meses) e nas duas visitas domiciliares. Valores de p<0,05 foram considerado significantes. Resultados: A maioria do sexo feminino (62,5%), idade 73,4 (10,9) anos. Houve mudança significativa no comportamento das seguintes variáveis(p<0,05): Etilismo (10,2% vs 3,2%); Sedentarismo (96,8% vs 71,7%); Adesão avaliada por Morisky Green (25,1% vs 85,5%); Pressão Arterial Sistólica (128,8 (11,4) vs 125,1 (11,6) mmHg); Pressão Arterial Sistólica (78,9 (7,8) vs 77,2 (8,0) mmHg). O Controle da pressão arterial se associou ao tabagismo no momento 5 do acompanhamento (p=0,02), verificou-se menor controle entre os tabagistas ( 3,7% vs 11,9%).Conclusão: Os hipertensos monitorados pela enfermagem dentro do programa de doenças crônicas apresentaram ao longo do seguimento mudanças significativas na pressão arterial, nos hábitos de vida e aumento da adesão ao tratamento medicamentoso.A adesão ao tratamento medicamentoso avaliado pelo teste de Morisky Green se associou (p<0,05) a presença de insuficiência renal crônica, houve maior adesão na presença dessa comorbi
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.08.2014
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      RAYMUNDO, Ana Carolina Nascimento; PIERIN, Angela Maria Geraldo. Monitoramento de enfermagem em um programa de gestão de doenças crônicas: seguimento de um grupo de hipertensos. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-20012015-103954/pt-br.php >.
    • APA

      Raymundo, A. C. N., & Pierin, A. M. G. (2014). Monitoramento de enfermagem em um programa de gestão de doenças crônicas: seguimento de um grupo de hipertensos. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-20012015-103954/pt-br.php
    • NLM

      Raymundo ACN, Pierin AMG. Monitoramento de enfermagem em um programa de gestão de doenças crônicas: seguimento de um grupo de hipertensos [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-20012015-103954/pt-br.php
    • Vancouver

      Raymundo ACN, Pierin AMG. Monitoramento de enfermagem em um programa de gestão de doenças crônicas: seguimento de um grupo de hipertensos [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-20012015-103954/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021