Exportar registro bibliográfico

Avaliação das oficinas de voz para professores (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: TELES, LIDIA CRISTINA DA SILVA - FOB
  • Unidades: FOB
  • Subjects: VOZ PROFISSIONAL; QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO; PROFESSORES
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: Os professores ao longo de sua trajetória profissional utilizam a voz como meio para ensinar os alunos e em sua atuação faz o uso prolongado da voz em forte intensidade e com esforço. É frequente também a presença de desgaste físico, mental e emocional. As frequentes alterações trazem prejuízos na Qualidade de Vida e na Voz. Para isto, Oficinas de Voz foram desenvolvidas a fim de prevenir os professores das alterações vocais. Instrumentos de avaliação de Qualidade de Vida e Voz e questionários de satisfação, são utilizados para investigar a efetividade das Oficinas de Voz. No entanto, ainda são poucas as ações fonoaudiológicas descritas na literatura que investigaram a efetividade ou comprovaram os benefícios os seus benefícios como um auxílio real para o docente. Objetivo: Verificar a eficácia das Oficinas de Voz para Professores realizadas nas escolas. Método: As Oficinas de Voz para Professores foram realizadas em três escolas públicas da cidade de BauruSP nos meses de maio e junho de 2014 em seis encontros com carga horária de seis horas, sendo uma hora cada encontro. Fizeram parte deste estudo 27 professores, sendo 24 mulheres e 3 homens, com idades entre 25 e 65 anos (média de 44 anos ±4,2 anos). Foram aplicados, antes e após a participação na Oficina, três protocolos de qualidade de vida relacionados a voz, Protocolo de Qualidade de Vida e Voz (QVV), Índice de Desvantagem Vocal (IDV) e Protocolo do Perfil de Participação e Atividades Vocais (PPAV) e após as Oficinas os professores responderam a um questionário de satisfação. Resultados: Os escores dos protocolos QVV, IDV e PPAV obtidos pelos professores tanto no pré como no pós Oficinas de Voz apresentaram boa qualidade de vida, e não houve diferença significante na comparação entre os escores pré e pós Oficinas de Voz (p>0,05). As respostas do questionário de satisfação revelaram quemaioria dos professores considerou ótima a Oficina de Voz, relatou melhora no desempenho profissional, diminuição do esforço vocal e tem a intensão de realizar as orientações e os exercícios vocais após as Oficinas de Voz. Conclusão: As Oficinas de Voz proporcionaram melhora no desempenho profissional com diminuição do esforço vocal. A comparação dos escores do QVV, IDV e PPAV pré e pós Oficinas de Voz não foi sensível para avaliar os seus benefícios.
  • Imprenta:
  • ISBN: 978-85-60911-48-6
  • Source:
  • Conference title: Congresso Brasileiro de Fonoaudiologia

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GONÇALVES, Mariana Ferreira; TELES, Lídia Cristina da Silva. Avaliação das oficinas de voz para professores. Anais.. São Paulo: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, 2014.
    • APA

      Gonçalves, M. F., & Teles, L. C. da S. (2014). Avaliação das oficinas de voz para professores. In Anais Científicos. São Paulo: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia.
    • NLM

      Gonçalves MF, Teles LC da S. Avaliação das oficinas de voz para professores. Anais Científicos. 2014 ;
    • Vancouver

      Gonçalves MF, Teles LC da S. Avaliação das oficinas de voz para professores. Anais Científicos. 2014 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020