Exportar registro bibliográfico


Metrics:

Plantio de cana-de-açúcar e seus impactos na saúde respiratória de moradores no Noroeste do Estado de São Paulo (2014)

  • Authors:
  • Autor USP: CRUZ, THIAGO ALVIZI - FSP
  • Unidade: FSP
  • Sigla do Departamento: HSA
  • DOI: 10.11606/D.6.2014.tde-26082014-091706
  • Subjects: CANA-DE-AÇÚCAR (ECONOMIA;ASPECTOS POLÍTICOS); COLHEITA (MÉTODOS;EVOLUÇÃO); DOENÇAS RESPIRATÓRIAS; QUEIMADA (EFEITOS); POPULAÇÃO
  • Keywords: Análise Espacial; Queima
  • Language: Português
  • Abstract: INTRODUÇÃO: O Estado de São Paulo é o maior produtor de cana-de-açúcar dentre os demais estados da federação, alcançando uma área de 5.768.184 hectares (ha) cultivada no ano de 2013. Diversos estudos desenvolvidos recentemente no Brasil apontam para os impactos negativos à saúde humana no processo de colheita por meio da queima da cana-de-açúcar. Em 2007, foi assinado o Protocolo de Cooperação (Protocolo do Etanol Verde) entre o setor sucroalcooleiro e o governo estadual visando à antecipação das metas de redução de queima de cana-de-açúcar por meio do processo de mecanização da colheita. Diante deste cenário, faz-se necessária uma análise sobre os impactos à saúde humana neste período de implantação de práticas sustentáveis. OBJETIVO: Este trabalho tem como objetivo avaliar o impacto da produção canavieira, após a assinatura do Protocolo Etanol Verde (2007), em alguns municípios do noroeste paulista por meio da análise das evoluções dos métodos de colheita da cana-de-açúcar possíveis associações com as doenças do aparelho respiratório. METODOLOGIA: . A área de estudo foi definida por meio de técnicas de análise espacial utilizando o software ARCGIS 10.1 com criação de shapefile de incidência de internações por doenças do aparelho respiratório por município e calculado o Índice Local de Moran, possibilitando a identificação dos municípios com maiores incidências e que formam aglomerados espaciais (clusters).Foram consolidados dados secundários de internações por doenças respiratórias em todos os municípios do Estado de São Paulo entre os anos de 2008 e 2012, levando em consideração o mês mais seco do ano (julho) para composição da incidência. Concomitantemente, os aspectos socioeconômicos e físicos relevantes foram caracterizados na área de estudo. Em seguida, foi realizada a análise espacial da distribuição dos métodos de colheita de cana-de-açúcar nos 25 municípios selecionados e foram definidas variáveis de risco associadas à distribuição espacial da colheita e que potencializam o impacto na saúde respiratória da população, levando-se em consideração o decreto 47.700, SMA - SAA 004/08 e outras referências. A partir dos dados levantados, correlações foram calculadas entre as variáveis,(Regressões lineares e correlação de Pearson, p<0,05. A força das correlações (r), entretanto, varioiu entre os municípios. Os municípios com as maiores incidências de internação apresentaram os valores (r) mais próximo de 1 ou -1. Identificou-se através da ferramenta de geoprocessamento near analysis diversas áreas de queima a menos de 01 km das sedes municipais. CONCLUSÃO: Levando em consideração os impactos da produção de cana-de-açúcar sobre a saúde respiratória nos municípios do Noroeste Paulista, pode-se constatar que houve uma tendência diminuição das taxas de internação no período 2008-2012, entretanto as incidências de julho de 2009 e 2011 apresentaram aumeto. Poucos municípios atingiram as metas propostas pelo Protocolo de Cooperação, alguns deles chegaram a ter áreas de queima em distância muito próximas à sede urbana, ainda que não comprovado neste estudo a causa e o efeito dessa ação.Pequenos municípios tendem a sofrer mais com a colheita não mecanizada em função da falta de mecanismos de fiscalização e recurso humano dentre outras questões apontadas no estudo. Além disso, os aspectos socioeconômicos contribuem significativamente para o agravo da situação, em especial os associados à deficiência dos serviços voltados à atenção básica destes municípios.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.08.2014
  • Acesso à fonteDOI
    Informações sobre o DOI: 10.11606/D.6.2014.tde-26082014-091706 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de acesso aberto
    • Este artigo é de acesso aberto
    • URL de acesso aberto
    • Cor do Acesso Aberto: gold
    • Licença: cc-by-nc-sa

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CRUZ, Thiago Alvizi; RIBEIRO, Helena. Plantio de cana-de-açúcar e seus impactos na saúde respiratória de moradores no Noroeste do Estado de São Paulo. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < https://doi.org/10.11606/D.6.2014.tde-26082014-091706 > DOI: 10.11606/D.6.2014.tde-26082014-091706.
    • APA

      Cruz, T. A., & Ribeiro, H. (2014). Plantio de cana-de-açúcar e seus impactos na saúde respiratória de moradores no Noroeste do Estado de São Paulo. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de https://doi.org/10.11606/D.6.2014.tde-26082014-091706
    • NLM

      Cruz TA, Ribeiro H. Plantio de cana-de-açúcar e seus impactos na saúde respiratória de moradores no Noroeste do Estado de São Paulo [Internet]. 2014 ;Available from: https://doi.org/10.11606/D.6.2014.tde-26082014-091706
    • Vancouver

      Cruz TA, Ribeiro H. Plantio de cana-de-açúcar e seus impactos na saúde respiratória de moradores no Noroeste do Estado de São Paulo [Internet]. 2014 ;Available from: https://doi.org/10.11606/D.6.2014.tde-26082014-091706

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021