Exportar registro bibliográfico

A transferência e seus efeitos de saber (2014)

  • Authors:
  • Autor USP: PINTO, FERNANDA DE SOUSA E CASTRO NOYA - IP
  • Unidade: IP
  • Sigla do Departamento: PSA
  • Subjects: TRANSFERÊNCIA (APRENDIZAGEM); SABERES ESCOLARES; CONHECIMENTO; PSICANÁLISE; PSICOTERAPIA DE GRUPO
  • Keywords: Grupo terapêutico; Therapeutic group; Transference of work; Transferência de trabalho
  • Language: Português
  • Abstract: Neste trabalho articulamos as noções psicanalíticas de transferência, transferência de trabalho, saber e conhecimento à nossa prática em um grupo terapêutico heterogêneo. O Grupo Mix é um campo de linguagem que permite e facilita a circulação de crianças em diversas posições subjetivas (psicóticas, autistas e neuróticas) e crianças em diversas posições discursivas (abrigadas, moradoras de comunidades de baixa renda etc.). Como um campo de linguagem, ele é um espaço fecundo para o estabelecimento de relações transferenciais. A transferência pode localizar-se nas relações analista-paciente, professor-aluno e terapeuta de grupo-criança. Estamos propondo, porém, que a transferência de trabalho no grupo terapêutico opere, sobre o adulto, como um modo de fazê-lo endereçar seu desejo para o Outro. Ao assistir a este endereçamento do olhar do adulto para o Outro, ainda que este movimento não seja explicitamente falado, a criança conhece certo tipo de relação com o saber que pode ser inspiradora para ela. Baseando-se na afirmação de Lacan (2003, p. 555) de que a transferência é amor que se dirige ao saber articulamos nossa prática com a teoria nos questionando se a transferência de trabalho, que é um desfecho possível do amor de transferência na análise e que resulta em uma maneira de o adulto se posicionar frente a seu fazer, pode produzir, em um contexto não analítico (um grupo terapêutico com crianças) a emergência da relação com o saber e com o conhecimento. A relação com o sabere com o conhecimento dizem respeito também ao campo educativo, com o qual dialogamos neste trabalho, inserindo-o na interface psicanálise-educação. A metodologia utilizada foi a do exercício de articulação teóricoprático, psicanaliticamente orientado, ou seja, é uma reflexão teórica da experiência clínica. Neste trabalho, buscamos demonstrar, por meio da leitura de fragmentos clínicos extraídos do trabalho do Grupo Mix, que a transferência de trabalho, que sustenta um fazer criativo, autoral e singular do adulto em sua prática, pode ser uma fonte inspiradora para a criança. Conclusão que não cessa de se reabrir, pois está viva e em constante processo de transformação
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.10.2014
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PINTO, Fernanda de Sousa e Castro Noya; KUPFER, Maria Cristina Machado. A transferência e seus efeitos de saber. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-26012015-084402/ >.
    • APA

      Pinto, F. de S. e C. N., & Kupfer, M. C. M. (2014). A transferência e seus efeitos de saber. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-26012015-084402/
    • NLM

      Pinto F de S e CN, Kupfer MCM. A transferência e seus efeitos de saber [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-26012015-084402/
    • Vancouver

      Pinto F de S e CN, Kupfer MCM. A transferência e seus efeitos de saber [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-26012015-084402/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021