Exportar registro bibliográfico

Análise das frequências dos subgrupos moleculares dos meduloblastomas e associações com possíveis fatores prognósticos (2014)

  • Authors:
  • Autor USP: ALMEIDA, GISELE CARAVINA DE - FM
  • Unidade: FM
  • Sigla do Departamento: MPT
  • Subjects: MEDULOBLASTOMA; IMUNOHISTOQUÍMICA; PROGNÓSTICO; BIOMARCADORES; RECIDIVA LOCAL DE NEOPLASIA (CIRURGIA); FATORES DE RISCO
  • Keywords: Biological markers of tumor; Fatores de risco; Imuno-histoquímica; Imunohistochemistry; Local recurrence of cancer/pathology; Marcadores biológicos de tumor; Medulloblastoma; Meduloblastoma; Prognostic; Prognóstico; Recidiva local de neoplasia/patologia; Risk factors
  • Language: Português
  • Abstract: INTRODUÇÃO: Meduloblastoma é o tumor cerebral embrionário maligno mais comum da infância. O esquema de tratamento atual inclui ressecção cirúrgica, radioterapia e quimioterapia. Embora a taxa de sobrevida global tenha aumentado nos últimos anos, em decorrência do tratamento os sobreviventes frequentemente sofrem com sequelas de ordem neurológica, endocrinológica e social. O esquema de classificação de risco atual não considera a heterogeneidade existente entre os pacientes e entre os tumores. No entanto, estudos recentes reconheceram quatro subgrupos moleculares distintos de meduloblastomas (WNT, SHH, Grupo 3 e Grupo 4), que confirmam essa heterogeneidade e formam, em conjunto, o melhor fator definidor de prognóstico para essa neoplasia. Esses subgrupos poderiam ser identificados através de marcadores imuno-histoquímicos representativos para cada um deles. O presente estudo teve como objetivo definir a frequência dos subgrupos de meduloblastomas na população brasileira através da positividade imuno-histoquímica para esses marcadores e analisar a frequência de positividade de outros marcadores também descritos como tendo importância prognóstica. MÉTODOS: 61 casos de meduloblastoma foram submetidos a estudo imuno-histoquímico para 5 marcadores descritos como tendo importância prognóstica (p53, ciclinaD1, p16, bcl2 e HER2) e para 5 marcadores descritos como representativos dos subgrupos moleculares de meduloblastoma (DKK1 e beta-catenina (subgrupo WNT), SFRP1 (subgrupo SHH), NPR3(Grupo 3) e KCNA1 (Grupo 4). Os resultados foram correlacionados com os dados demográficos, histológicos e clínicos. RESULTADOS: Nenhum dos 10 marcadores imuno-histoquímicos revelou-se fator prognóstico em meduloblastoma. Os 5 marcadores representativos dos subgrupos moleculares apresentaram positividade para mais de 1 marcador ou negatividade para todos os marcadores na maioria dos casos. Apesar disso, foi possível classificar 22 casos nos quatro subgrupos de meduloblastomas por meio da positividade exclusiva para esses marcadores. Os resultados das análises entre os subgrupos e as respectivas frequências quanto às variáveis demográficas, histológicas, clínicas e prognósticas foram semelhantes aos descritos na literatura. CONCLUSÕES: Os marcadores imuno-histoquímicos analisados não apresentaram valor prognóstico nesta casuística, e os marcadores descritos como representativos dos quatro subgrupos moleculares mostraram-se pouco sensíveis e específicos para classificar os meduloblastomas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 06.10.2014
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ALMEIDA, Gisele Caravina de; ROSEMBERG, Sergio. Análise das frequências dos subgrupos moleculares dos meduloblastomas e associações com possíveis fatores prognósticos. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5144/tde-13012015-110401/ >.
    • APA

      Almeida, G. C. de, & Rosemberg, S. (2014). Análise das frequências dos subgrupos moleculares dos meduloblastomas e associações com possíveis fatores prognósticos. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5144/tde-13012015-110401/
    • NLM

      Almeida GC de, Rosemberg S. Análise das frequências dos subgrupos moleculares dos meduloblastomas e associações com possíveis fatores prognósticos [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5144/tde-13012015-110401/
    • Vancouver

      Almeida GC de, Rosemberg S. Análise das frequências dos subgrupos moleculares dos meduloblastomas e associações com possíveis fatores prognósticos [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5144/tde-13012015-110401/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021