Exportar registro bibliográfico

Reação de plantas transgênicas de Passiflora alata à infecção com o Cowpea aphid-borne mosaic virus (2014)

  • Authors:
  • Autor USP: CORREA, MARCELO FAVARETO - CENA
  • Unidade: CENA
  • Subjects: ELISA; GENÉTICA MOLECULAR VEGETAL; MARACUJÁ; POTYVIRUS; REGULAÇÃO GÊNICA; RESISTÊNCIA GENÉTICA VEGETAL; VIROSE VEGETAL
  • Keywords: CABMV; Passiflora
  • Language: Português
  • Abstract: A cultura do maracujazeiro é de grande importância econômica para o Brasil, porém problemas fitossanitários vêm limitando a sua produção. A doença do endurecimento dos frutos causada pelo Cowpea aphid-borne mosaic virus (CABMV), é atualmente a principal doença que afeta a cultura do maracujazeiro, tendo ocorrência generalizada no Brasil, diminuindo a produtividade e a longevidade dos pomares. Devido à ineficiência dos métodos convencionais de controle desta doença, a biotecnologia mostra-se como uma ferramenta para auxiliar na obtenção de plantas resistentes ao patógeno com o uso de técnicas de transformação genética. Com o intuito de obter plantas resistentes ao CABMV, Pinto (2010) regenerou 48 plantasde P. alataem experimentos de transformação genética via Agrobacteriumtumefaciens, utilizando uma construção gênica do tipo hairpin, a qual contém um fragmento do gene da proteína capsidial do CABMV, baseando-se no conceito de resistência derivada do patógeno (PDR). Foram identificadas 22 plantas transgênicas por PCR utilizando primers específicos para amplificação do gene CP. A integração do transgene foi confirmada via Southern blot, com sonda para detecção do gene de seleção nptII. As plantas identificadas como transgênicas por PCR foram propagadas (4 plantas por linhagem), inoculadas mecanicamente com o CABMV (3x) e analisadas por teste de ELISA. As plantas infectadas foram descartadas e as remanescentes foram inoculadas por afídeos virulíferos. Após 30 dias as plantasinoculadas foram analisadas por RT-PCR e RT-qPCR para detecção do patógeno. Todas as linhagens transgênicas inoculadas indicaram a presença do vírus em pelo menos 3 dos 4 clones inoculados. Foram selecionadas 3 plantas nas quais o vírus não foi detectado após 3 inoculações mecânicas e uma via vetor, e 3 plantas que apresentaram baixa titulação viral. Estas plantas serão propagadas para plantio em campo e avaliação de resistência à infecção pelo CABMV em condições naturais de infecção
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 23.09.2014
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CORREA, Marcelo Favareto; MENDES, Beatriz Madalena Januzzi. Reação de plantas transgênicas de Passiflora alata à infecção com o Cowpea aphid-borne mosaic virus. 2014.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/64/64133/tde-15122014-111252/ >.
    • APA

      Correa, M. F., & Mendes, B. M. J. (2014). Reação de plantas transgênicas de Passiflora alata à infecção com o Cowpea aphid-borne mosaic virus. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/64/64133/tde-15122014-111252/
    • NLM

      Correa MF, Mendes BMJ. Reação de plantas transgênicas de Passiflora alata à infecção com o Cowpea aphid-borne mosaic virus [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/64/64133/tde-15122014-111252/
    • Vancouver

      Correa MF, Mendes BMJ. Reação de plantas transgênicas de Passiflora alata à infecção com o Cowpea aphid-borne mosaic virus [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/64/64133/tde-15122014-111252/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021