Exportar registro bibliográfico

Classificação e caracterização dos resíduos do beneficiamento da sucata de ferro e aço utilizada no processo siderúrgico para identificação de viabilidade de aplicações (2014)

  • Authors:
  • Autor USP: BATISTA, DANIELLA CRISTINA - EESC
  • Unidade: EESC
  • Sigla do Departamento: SHS
  • Subjects: RESÍDUOS SÓLIDOS (CLASSIFICAÇÃO;CARACTERÍSTICAS); VENENOS SINTÉTICOS (REMOÇÃO); ENERGIA (RECUPERAÇÃO)
  • Language: Português
  • Abstract: A gestão dos resíduos sólidos está se tornando prioridade tanto no sistema público como no privado. Considerando o tripé da sustentabilidade (social, ambiental e econômico), as indústrias vêm adotando a transformação dos resíduos em coprodutos como um negócio estratégico. Um exemplo é a indústria do aço. Na produção do aço em usina semi-integrada, utiliza-se pelo menos 70% de sucata de ferro e aço como matéria-prima. O grupo das sucatas de pós-consumo é o mais utilizado, devido à maior disponibilidade no mercado. Entretanto, este grupo de sucata possui alto teor de impurezas. A remoção destas impurezas geralmente é feita em um equipamento chamado Shredder, uma máquina trituradora de sucata. Os metais não ferrosos separados neste beneficiamento tem alto valor de mercado e são comercializados, e sobram os resíduos não metálicos que são chamados de Resíduos da Shredder. O foco deste trabalho foi a caracterização físico-química e a classificação de periculosidade destes resíduos, para identificação de aplicações viáveis. O trabalho foi realizado em uma Shredder situada no município de Iracemápolis, no Estado de São Paulo. No período de setembro a março de 2014, foram geradas, em média, 4.928,32 t/mês de Resíduo da Shredder. Pelas características apresentadas, os Resíduos da Shredder são divididos em Fluf da Shredder e em Terra da Shredder. A Terra da Shredder apresentou características para potencial aplicação na construção civil, e o Fluf para recuperação energética, principalmente devido ao alto poder calorífico. O poder calorífico médio encontrado para o Fluf foi de 4.527,48 Kcal/Kg (PCI E PCS). Este valor é equivalente a combustíveis consolidados, como o carvão mineral brasileiro. Entretanto, devem ser tomadas precauções no gerenciamento desses resíduos para mantê-los classificados como não perigosos, bem como deve ser estudadatecnologia para remoção de organoclorados
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.10.2014
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BATISTA, Daniella Cristina; SCHALCH, Valdir. Classificação e caracterização dos resíduos do beneficiamento da sucata de ferro e aço utilizada no processo siderúrgico para identificação de viabilidade de aplicações. 2014.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-18122014-100431/pt-br.php >.
    • APA

      Batista, D. C., & Schalch, V. (2014). Classificação e caracterização dos resíduos do beneficiamento da sucata de ferro e aço utilizada no processo siderúrgico para identificação de viabilidade de aplicações. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-18122014-100431/pt-br.php
    • NLM

      Batista DC, Schalch V. Classificação e caracterização dos resíduos do beneficiamento da sucata de ferro e aço utilizada no processo siderúrgico para identificação de viabilidade de aplicações [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-18122014-100431/pt-br.php
    • Vancouver

      Batista DC, Schalch V. Classificação e caracterização dos resíduos do beneficiamento da sucata de ferro e aço utilizada no processo siderúrgico para identificação de viabilidade de aplicações [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-18122014-100431/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021