Exportar registro bibliográfico

Revisão da anatomia craniana e das relações filogenéticas de Australerpeton cosgriffi (Tetrapoda: Temnospondyli) (2014)

  • Authors:
  • Autor USP: NOGUEIRA, ESTEVAN ELTINK - FFCLRP
  • Unidade: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 592
  • Subjects: TEMNOSPONDYLI; FILOGENIA; BACIA HIDROGRÁFICA; SERRAS
  • Language: Português
  • Abstract: Australerpeton cosgriffi Barbarena, 1998, trata-se do mais bem conhecido "anfíbio" paleozoico do Brasil. Esta espécie de temnospôndilo (Tetrapoda: Temnosponondyli) é provindo da região da Serra do Cadeado, área localizada no centro-norte do Paraná, e foi coletada nos níveis superiores da Formação Rio do Rasto (Permiano Superior, Bacia do Paraná). Enquanto trabalhos que consideram as escamas e os materiais pós-cranianos contribuíram para o entendimento da morfologia desta espécie, a descrição disponível de seu crânio foi pouco detalhada, demandando um estudo anatómico revisional mais aprofundado, sendo o primeiro objetivo deste projeto. A presente tese descreve, seis crânios parciais de forma individualizado, em conjunto da figuração detalhada dos mesmos, e apresenta uma redescrição comparativa da anatomia craniana para a espécie. As relações filogenéticas de Australerpeton cosgriffi não se encontram bem estabelecidas e a espécie é alternativamente associada aos Archegosauridae (Platyoposaurinae) ou aos Rhinesuchidae. O primeiro grupo inclui avançados 'stem-Stereospondyli' procedentes de estratos do Permiano Superior do Leste europeu, enquanto o segundo congrega basais Stereospondyli gonduanicos que possuem grande diversidade no Permiano da Bacia Karoo, sul da África. Assim sendo, o segundo objetivo deste trabalho abrangeu a elaboração de uma hipótese filogenética para o enquadramento de Australerpeton cosgriffi. Uma ampla revisão filogenética foi elaborada, avaliando as diferentes hipóteses prévias e incluindo os táxons pertencentes aos grupos acima mencionados. No intuito de abarcar a diversidade morfológica da amostragem taxonômica, os caracteres previamente propostos para esse contexto foram reavaliados, e novos caracteres foram propostos. A matriz táxon-caractere resultante da revisão é composta por 36 espécies e 221 caracteres. As análises de parcimónia foramconduzidas através do programa TNT (10.000 réplicas, TBR, hold 10) e resultaram em 4 arvores mais parcimoniosas (MPTs) com 706 passas. O consenso estrito recuperou os Stereospondylomorpha basais formando um grado, incluindo os Archegosauridae. O grupo Stereospondyli inclui Australerpeton cosgriffi como um Rhinesuchidae apical, clado ainda dividido em três subgrupos: Uranocentrodontinae (Incluindo Uranocentrodon senekalensis), Rhinesuchinae (incluindo Rhinesuchus whaitsi, Rhineceps nyasaensis e Rhinesuchus broomianus) and Australerpetinae (incluindo Australerpeton cosgriffi, Laccosaurus watsoni, Broomistega putterelli, Rhinesuchus capensis e Rhinesuchoides tenuiceps). O fato de Australerpeton cosgriffi ser um rinessuquídeo implica numa convergência evolutiva com o género (também longirrostrino) Platyoposaurus. De fato, as sinapomorfias de Rhinesuchidae estão concentradas na região occipital e posterior do palato. Dessa forma, Australerpeton cosgriffi é o primeiro Stereospondyli longirrostrino, aumentando a diversidade do grupo em locais fora da sul da África, e corroborando uma origem gonduânica para os mesmos. Devido à distribuição temporal mais recente dos Rhinesuchidae em relação aos Platyoposaurinae, a idade LopingianoWuchiapingiano é corroborada para a fauna provinda da Serra do Cadeado (Formação Rio do Rasto) como já sugerido pela presença do dicinodonte Endothiodon
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.05.2014

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      NOGUEIRA, Estevan Eltink; LANGER, Max Cardoso. Revisão da anatomia craniana e das relações filogenéticas de Australerpeton cosgriffi (Tetrapoda: Temnospondyli). 2014.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2014.
    • APA

      Nogueira, E. E., & Langer, M. C. (2014). Revisão da anatomia craniana e das relações filogenéticas de Australerpeton cosgriffi (Tetrapoda: Temnospondyli). Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Nogueira EE, Langer MC. Revisão da anatomia craniana e das relações filogenéticas de Australerpeton cosgriffi (Tetrapoda: Temnospondyli). 2014 ;
    • Vancouver

      Nogueira EE, Langer MC. Revisão da anatomia craniana e das relações filogenéticas de Australerpeton cosgriffi (Tetrapoda: Temnospondyli). 2014 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021