Exportar registro bibliográfico

Incremento diamétrico arbóreo em diferentes grupos funcionais e produção de serapilheira em duas florestas tropicais brasileiras (2014)

  • Authors:
  • Autor USP: FERREIRA, MAURICIO LAMANO - CENA
  • Unidade: CENA
  • Subjects: DENDROMETRIA; ECOLOGIA APLICADA; ECOSSISTEMAS FLORESTAIS; MANEJO FLORESTAL; CARBONO
  • Keywords: Amazônia; Floresta tropical; Grupos funcionais; Mata Atlântica
  • Language: Português
  • Abstract: A alocação de C em biomassa aérea é uma importante via do fluxo de elemento em ecossistemas terrestres. Uma forma de monitorar este processo é por meio de bandas dendrométricas que subsidiam informações relevantes sobre o perfil de incremento diamétrico arbóreo ao longo do tempo. Porém, este monitoramento se torna mais eficientes quando realizados sob a ótica de grupos funcionais, uma vez que florestas tropicais apresentam alta diversidade biológica. No entanto, deve-se considerar que a perda de carbono para o ambiente, seja em termos de respiração autotrófica, mortalidade ou produção de serapilheira, também é um atributo importante na dinâmica de florestas tropicais. Desta forma, torna-se crucial o monitoramento da entrada e saída de C em ecossistemas terrestres tropicais. O objetivo deste trabalho foi avaliar o perfil de incremento diamétrico arbóreo (IDA) e a produção de serapilheira em duas florestas tropicais brasileiras. Primeiramente instalaram-se 850 bandas dendrométricas em árvores de uma comunidade da floresta Amazônica (FAMZ). Na floresta Atlântica (FAT) foram instaladas 1532 bandas em árvores localizadas em três fitofisionomias ao longo de um gradiente altitudinal (100, 400 e 1000 metros de altitude). Para a estimativa da serapilheira 64 coletores foram espalhados aleatoriamente numa área de 20 ha da FAMZ e 40 coletores por nível de altitude foram espalhados na FAT. Na floresta Atlântica as árvores localizadas no meio do gradiente (400 m) foram as queapresentaram maior incremento diamétrico arbóreo anual, seguido pela comunidade a 100 m e por fim a comunidade localizada na maior altitude. As árvores apresentaram redução de incremento diamétrico arbóreo durante a estação de menor índice pluviométrico e menor temperatura média do ar. Na floresta Amazônica as árvores amostradas apresentaram menor taxa de incremento arbóreo durante a estação seca, que também é a mais quente. Em geral, temperatura e precipitação foram as variáveis ambientais que apresentaram grande influência no perfil de incremento diamétrico arbóreo, sendo que na FAT a temperatura atuou positivamente na taxa de incremento diamétrico arbóreo dos indivíduos amostrados a 400 e 1000 metros de altitude e na FAMZ esta variável interferiu negativamente no desenvolvimento das árvores. Em ambas as florestas a precipitação foi correlacionada positivamente com o perfil de crescimento das árvores. A análise de ordenação mostrou que em ambas as florestas houve um forte agrupamento das árvores dentro dos subgrupos funcionais, destacando assim sua a eficiência na análise de respostas ambientais em ecossistemas tropicais. A produção de serapilheira foi 20% maior na FAMZ do que na FAT. A principal fração representada na serapilheira total foi a folha. Novamente a temperatura foi uma variável ambiental importante no aporte do material decíduo. Estes resultados trazem importantes contribuições sobre o uso de grupos funcionais em estudos que visem a alocação de biomassa emflorestas tropcais, além de trazer uma comparação entre a dinâmica de crescimento arbóreo nas duas maiores florestas tropicais brasileiras
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.08.2014

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FERREIRA, Maurício Lamano; CAMARGO, Plínio Barbosa de. Incremento diamétrico arbóreo em diferentes grupos funcionais e produção de serapilheira em duas florestas tropicais brasileiras. 2014.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2014.
    • APA

      Ferreira, M. L., & Camargo, P. B. de. (2014). Incremento diamétrico arbóreo em diferentes grupos funcionais e produção de serapilheira em duas florestas tropicais brasileiras. Universidade de São Paulo, Piracicaba.
    • NLM

      Ferreira ML, Camargo PB de. Incremento diamétrico arbóreo em diferentes grupos funcionais e produção de serapilheira em duas florestas tropicais brasileiras. 2014 ;
    • Vancouver

      Ferreira ML, Camargo PB de. Incremento diamétrico arbóreo em diferentes grupos funcionais e produção de serapilheira em duas florestas tropicais brasileiras. 2014 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020