Exportar registro bibliográfico

Sustentabilidade operacional de instituições brasileiras de microcrédito (2014)

  • Authors:
  • Autor USP: PUGETI, VALÉRIA MARTINS - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LCF
  • Subjects: MICROCRÉDITO; POLÍTICAS PÚBLICAS; SISTEMA FINANCEIRO
  • Language: Português
  • Abstract: Este estudo teve como principal objetivo verificar se as instituições de microcrédito brasileiras são operacionalmente sustentáveis no longo prazo. A sustentabilidade operacional de uma Instituição Financeira de Microcrédito (IFM) é importante para que os beneficiários tenham acesso a serviços financeiros ao longo do tempo, pois IFM que não são sustentáveis acabam diminuindo seu impacto social. O microcrédito ganhou notoriedade desde as iniciativas de Yunus com a criação do Graamen Bank, sendo que sua missão é facilitar o acesso aos serviços financeiros para os pobres e todos os excluídos do sistema financeiro clássico, melhorando suas condições de geração de renda e atuando na redução da pobreza. Para avaliar o desempenho financeiro das instituições de microcrédito brasileiras utilizou-se como metodologia o cálculo de indicadores financeiros, de risco e produtividade. Estes indicadores permitem a verificação da sustentabilidade operacional e fatores que corroborem para explicar seu desempenho. Os dados foram coletados do MIX Market, que é a maior plataforma de dados e pesquisas sobre instituições de microcrédito no mundo. Como resultado, verificou-se que a maioria das instituições de microcrédito brasileiras analisadas são operacionalmente sustentáveis. Os indicadores de sustentabilidade do Brasil apresentaram desempenho melhor do que a média das instituições do mundo desde o ano de 2009. As instituições maiores em patrimônio líquido, mais maduras e com baixos indicadoresde portfolio at risk apresentaram notoriamente melhores resultados de sustentabilidade operacional. Além disso, a carteira de microcrédito cresceu a taxas maiores do que a carteira total de crédito, principalmente devido às políticas públicas dos últimos anos. Salienta-se ainda que quase todas as IFMs têm alguma parceria com instituições governamentais principalmente para captação de funding a custos mais baixos que o mercado. Dessa forma, pode-se evidenciar o impacto do PNMPO nas instituições brasileiras nos últimos anos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 05.09.2014
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PUGETI, Valéria Martins; LIMA, Roberto Arruda de Souza. Sustentabilidade operacional de instituições brasileiras de microcrédito. 2014.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11132/tde-10112014-144613/ >.
    • APA

      Pugeti, V. M., & Lima, R. A. de S. (2014). Sustentabilidade operacional de instituições brasileiras de microcrédito. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11132/tde-10112014-144613/
    • NLM

      Pugeti VM, Lima RA de S. Sustentabilidade operacional de instituições brasileiras de microcrédito [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11132/tde-10112014-144613/
    • Vancouver

      Pugeti VM, Lima RA de S. Sustentabilidade operacional de instituições brasileiras de microcrédito [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11132/tde-10112014-144613/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021