Exportar registro bibliográfico

Consequência do estresse agudo sobre a ativação de receptor AT1 vascular de Ang II no estresse oxidativo de carótida de ratos diabéticos tipo-I (2014)

  • Authors:
  • Autor USP: MOREIRA, JÔSIMAR DORNELAS - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RFA
  • Subjects: DIABETES MELLITUS; ESTRESSE OXIDATIVO; RADICAIS LIVRES; ÓXIDO NÍTRICO; ANGIOTENSINA II
  • Language: Português
  • Abstract: Diabetes mellitus (DM) é um problema de saúde grave cujo diagnóstico vem aumentando um ritmo alarmante em todo o mundo. Prevê-se que em 2030 cerca de 439 milhões de adultos venham a sofrer de DM. O DM tipo 1 (DM1) é acompanhado por um aumento substancial do risco de doença cardiovascular. O estresse oxidativo é resultado de uma cadeia de eventos celulares iniciadas pela hiperglicemia cuja alterações fisiológicas, metabólicas e bioquímicas afetam a homeostase do organismo levando ao aumento da formação de espécies reativas de oxigénio (ROS) que causa alterações na funcionalidade dos sistemas que regulam o tônus vascular, incluindo o sistema-renina-angiotensina (SRA). O corpo responde a muitas experiências através da liberação de mediadores químicos que promovem a adaptação a um estressor agudo. O estresse comportamental pode afetar o sistema cardiovascular por mecanismos neurais. Por estimulação simpática mediada pela libertação da renina o estresse comportamental pode modular o SRA cardiovascular. O estresse comportamental poderia exacerbar o estresse oxidativo intracelular no diabetes pela ativação da NAD(P)H-oxidase via receptor “AT IND. 1”. O aumento de ROS derivadas da NAD(P)H-oxidase pode contribuir diretamente no aumento dos efeitos deletérios sobre o sistema cardiovascular provocados pelo diabetes. O objetivo do presente trabalho foi determinar os efeitos do estresse por restrição agudo na ativação da Ang II sobre receptores “AT IND. 1” em carótida de ratos DM1 e verificar a participação do estresse oxidativo. Para o estudo, ratos avistar adultos foram submetidos à indução do DM-1 por injeção intraperitoneal de estreptozotocina. Os ratos DM-1 após 28 dias do tratamento foram submetidos ao estresse por restrição agudo durante 3 horas e em seguida curvas concentração-efeito cumulativas para angiotensina II (Ang II) foram obtidas em anéis de artériacarótida em presença ou ausência de endotélio. Os resultados demonstraram que houve aumento da resposta contrátil máxima em resposta a Ang II de anéis de carótida de ratos DM1 na presença de endotélio. O estresse agudo não foi capaz de alterar a reatividade vascular em animais normoglicêmicos, mas quando associado ao DM1 exacerbou a resposta máxima em anéis de carótida de ratos com endotélio e aumentou a resposta na ausência de endotélio. Fazendo uso de inibidores das subunidades da NAD(P)H-oxidase a NOX1 (ML171) e NOX4 (VAS2870) no estudo de reatividade vascular e atividade da NAD(P)H-oxidase por meio da quimioluminescência da lucigenina, foi possível demonstrar uma exacerbação na atividade da NAD(P)H-oxidase em anéis de carótida de ratos diabéticos estressados especificamente induzida pela subunidade catalítica NOX4. O aumento na formação pelas isoformas da oxido nítrico sintase (iNOS, nNOS e eNOS) desacopladas e atividade da NAD(P)H-oxidase exacerbada causou o aumento da atividade da ciclooxigenase (COX). A atividade aumentada de COX é provavelmente acompanhada por um desequilíbrio entre prostanóides vasodilatadores e vasoconstrateis causado pelo elevado nível de peroxinitrito, contribuindo assim, para aumento da contração induzido por angiotensina II em anéis de artéria carótida de ratos DM1 submetidos ao estresse por restrição agudo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 11.07.2014

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MOREIRA, Jôsimar Dornelas; OLIVEIRA, Ana Maria de. Consequência do estresse agudo sobre a ativação de receptor AT1 vascular de Ang II no estresse oxidativo de carótida de ratos diabéticos tipo-I. 2014.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2014.
    • APA

      Moreira, J. D., & Oliveira, A. M. de. (2014). Consequência do estresse agudo sobre a ativação de receptor AT1 vascular de Ang II no estresse oxidativo de carótida de ratos diabéticos tipo-I. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Moreira JD, Oliveira AM de. Consequência do estresse agudo sobre a ativação de receptor AT1 vascular de Ang II no estresse oxidativo de carótida de ratos diabéticos tipo-I. 2014 ;
    • Vancouver

      Moreira JD, Oliveira AM de. Consequência do estresse agudo sobre a ativação de receptor AT1 vascular de Ang II no estresse oxidativo de carótida de ratos diabéticos tipo-I. 2014 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021