Exportar registro bibliográfico

Análise morfológica e imunohistoquímica da apoptose no cerebelo de ratos submetidos à isquemia cerebral focal associada ou não a modelo de alcoolismo (2014)

  • Authors:
  • Autor USP: CARVALHO, CAMILA ALBUQUERQUE MELO DE - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCA
  • Subjects: ISQUEMIA CEREBRAL; ALCOOLISMO; CEREBELO; APOPTOSE
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: Estudos demonstram que os danos causados pela isquemia cerebral focal repercutem não apenas na região da lesão isquêmica, mas também em outras regiões do encéfalo, dentre elas o cerebelo. O cerebelo é uma das estruturas mais susceptíveis aos efeitos do etanol; este por sua vez, sabidamente causa danos ao tecido cerebral. O alcoolismo figura também como um problema de saúde pública no Brasil, sendo um dos efeitos mais deletérios causados pelo álcool, a indução do mecanismo de apoptose cerebral. Objetivos: Avaliar as alterações histopatológicas; morfométricas e a expressão das proteínas relacionadas à apoptose CASPASE 3, BCL-2 e XIAP no cerebelo, após indução experimental de isquemia cerebral focal temporária (90 minutos) por obstrução da artéria cerebral média, seguida por reperfusão de 48 horas, associada ou não a um modelo de alcoolismo crónico. Material e métodos: Foram utilizados 50 ratos Wistar adultos, subdivididos em 5 grupos experimentais: grupo controle (C): animais submetidos apenas à anestesia; grupo sham (S): animais submetidos à simulação completa do procedimento cirúrgico; grupo isquêmico ( I ): animais submetidos à isquemia cerebral focal por 90 minutos seguido por reperfusão de 48 horas; grupo alcoolizado (A): animais que receberam diariamente álcool etílico absoluto diluído a 20% em água durante quatro semanas; e, grupo isquêmico e alcoolizado (IA): animais submetidos ao mesmo tratamento do grupo A e que, após quatro semanas foram submetidos à isquemia cerebral focal durante 90 minutos, seguido por reperfusão de 48 horas. As amostras do cerebelo coletadas foram coradas para a análise histopatológica e morfométrica, ambas pela coloração de Tricrômico de Masson; e imunohistoquímica (para a expressão protéica de CASPASE 3, BCL-2 e XIAP). Resultados: Foram observadas alterações histopatológicas de maior grau nos animais dos gruposA e Al, nas três camadas do cerebelo. O estudo morfométrico não mostrou diferença na quantidade de células da camada granular do cerebelo entre os grupos estudados. A expressão de CASPASE 3 foi maior que a de BCL-2 e de XIAP, com maior expressão nos grupos A e IA, principalmente próximo à região de transição entre as camada granular e molecular. Conclusões: Pode ser observado, principalmente nos animais dos grupos A e IA, correlação entre as alterações histopatológicas e a ocorrência de apoptose no córtex cerebelar, mesmo sendo este, uma estrutura distante do foco isquêmico
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.03.2014

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CARVALHO, Camila Albuquerque Melo de; TIRAPELLI, Luís Fernando. Análise morfológica e imunohistoquímica da apoptose no cerebelo de ratos submetidos à isquemia cerebral focal associada ou não a modelo de alcoolismo. 2014.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2014.
    • APA

      Carvalho, C. A. M. de, & Tirapelli, L. F. (2014). Análise morfológica e imunohistoquímica da apoptose no cerebelo de ratos submetidos à isquemia cerebral focal associada ou não a modelo de alcoolismo. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Carvalho CAM de, Tirapelli LF. Análise morfológica e imunohistoquímica da apoptose no cerebelo de ratos submetidos à isquemia cerebral focal associada ou não a modelo de alcoolismo. 2014 ;
    • Vancouver

      Carvalho CAM de, Tirapelli LF. Análise morfológica e imunohistoquímica da apoptose no cerebelo de ratos submetidos à isquemia cerebral focal associada ou não a modelo de alcoolismo. 2014 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021