Exportar registro bibliográfico

Uso de um lodo de cromo proveniente da indústria de curtume na fabricação de vidros sodo-cálcicos (2014)

  • Authors:
  • Autor USP: PERALTA, MARVIN MARCO CHAMBI - EP
  • Unidade: EP
  • Sigla do Departamento: PMT
  • Subjects: LODO; CROMO; INDÚSTRIA DO VIDRO; VIDRO (FABRICAÇÃO)
  • Language: Português
  • Abstract: Vidros sodo-cálcicos contendo as cinzas da incineração do lodo de cromo foram preparados por meio da fusão das matérias-primas industriais (areia, barrilha e calcário) em cadinhos de alumina a 1500°C por 1h, sob condições similares às utilizadas no processo industrial de produção de vidros comerciais de coloração verde (composição, adição de ferro e condições redutoras). Para fins de comparação, foram preparadas também amostras de vidros contendo cromita (tradicional fonte industrial de cromo utilizada pela indústria de vidros) sob condições semelhantes. As amostras de vidros foram caracterizadas em termos de composição química por FRX, MEV, DRX, coordenadas colorimétricas (sistema CIEL*a*b*) e absorção óptica. Os resultados de FRX mostraram que as cinzas apresentam um teor de cromo de aproximadamente 47% em massa de Cr₂O₃, valor não muito distante do teor de cromo observado na composição da cromita (cerca de 40% em massa de Cr₂O₃). Os vidros preparados utilizando cromita e as cinzas da incineração de lodo de cromo apresentaram bandas de absorção óptica semelhantes no intervalo analisado (200-3300 nm), sem a presença aparente da banda de absorção óptica entorno de 370 nm, característica do íon Cr⁶⁺. Estes resultados sugerem que sob condições adequadas de incineração do lodo, bem como formulação e fusão do vidro, é possível utilizar-se as cinzas obtidas como fonte alternativa de cromo para a fabricação de vidros coloridos do sistema soda-cal-sílica.A indústria de produção de couro gera uma grande quantidade de resíduos com características poluentes e de elevada periculosidade, entre os quais se destacam os resíduos curtidos (aparas, serragem e pó de couro curtido) e os lodos provenientes das estações de tratamento de efluentes (lodos de cromo, lodos primários e lodos secundários). Estes resíduos possuem uma considerável quantidade de compostos de Cr(III) na sua composição, a qual, sob condições oxidantes, pode transformar-se em Cr(VI), que é altamente tóxico para animais, plantas e seres humanos. No entanto, estes resíduos constituem uma potencial fonte alternativa de cromo (tradicional pigmento industrial) que poderia ser aproveitada pela indústria de vidros e de esmaltes. No presente trabalho foi realizado o estudo das propriedades físicas e químicas de um lodo de cromo proveniente do distrito industrial do município de Franca/SP, com o intuito de avaliar a viabilidade da utilização das cinzas da incineração deste resíduo como uma potencial fonte alternativa de cromo na fabricação de vidros sodo-cálcicos coloridos para embalagens. Fluorescência de raios X (FRX), Difração de Raios X (DRX), análises termodiferencial (ATD) e termogravimétrica (TG/DTG), análise elementar, análise granulométrica, determinação de poder calorífico pelo método da bomba calorimétrica e Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV) foram usados para determinar as características físicas e químicas do lodo de cromo. A incineração do resíduo foi realizada numa mufla elétrica a 800°C, utilizando um cadinho de alumina. A determinação da concentração de íons Cr(VI) presentes no lodo e nas cinzas foi realizada através do método colorimétrico utilizando difenilcarbazida.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.08.2014
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CHAMBI PERALTA, Marvin Marco; TOFFOLI, Samuel Márcio. Uso de um lodo de cromo proveniente da indústria de curtume na fabricação de vidros sodo-cálcicos. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3133/tde-24042015-153102/pt-br.php >.
    • APA

      Chambi Peralta, M. M., & Toffoli, S. M. (2014). Uso de um lodo de cromo proveniente da indústria de curtume na fabricação de vidros sodo-cálcicos. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3133/tde-24042015-153102/pt-br.php
    • NLM

      Chambi Peralta MM, Toffoli SM. Uso de um lodo de cromo proveniente da indústria de curtume na fabricação de vidros sodo-cálcicos [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3133/tde-24042015-153102/pt-br.php
    • Vancouver

      Chambi Peralta MM, Toffoli SM. Uso de um lodo de cromo proveniente da indústria de curtume na fabricação de vidros sodo-cálcicos [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3133/tde-24042015-153102/pt-br.php


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021