Exportar registro bibliográfico


Metrics:

Dengue em município do interior paulista: áreas de risco e relação com variáveis socioeconômicas, demográficas e ambientais (2014)

  • Authors:
  • Autor USP: FARINELLI, ELAINE CRISTINA - FSP
  • Unidade: FSP
  • Sigla do Departamento: HEP
  • DOI: 10.11606/D.6.2014.tde-20102014-090103
  • Subjects: DENGUE (OCORRÊNCIA); DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL; SISTEMA DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA; VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA; SURTOS DE DOENÇAS; SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
  • Keywords: Análise Espacial; Estudos Ecológicos
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução As ferramentas de análise espacial constituem-se em tecnologia que pode ser aplicada para o entendimento do processo de transmissão do vírus da dengue, agregando subsídios que sejam capazes de aprimorar as medidas de prevenção e controle da doença. Objetivos Descrever a ocorrência de dengue no município de Várzea Paulista entre 1998 e 2012 e caracterizar a epidemia ocorrida em 2007; identificar, com base nos dados da epidemia, a distribuição espacial e espaço temporal do risco de ocorrência de dengue; avaliar, com base na ocorrência da doença, a relação entre os fatores socioeconômicos, demográficos e ambientais e a incidência de dengue, tendo como unidades de análise os setores censitários. Métodos Foram utilizados dados secundários obtidos na base de dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN). Os casos notificados de dengue no município foram geocodificados a partir do eixo de logradouros e agrupados de acordo com os 165 setores censitários considerados no estudo, o que permitiu a elaboração de mapas temáticos. Foram calculadas as taxas de incidência para o período de estudo, bem como a identificação de áreas de maior ou menor risco para ocorrência de dengue no espaço e no espaço-tempo. O georreferenciamento, a análise espacial e a confecção de mapas foram feitos por meio dos softwares ArcGis, TerraView e SatScan. Para cálculo do risco relativo espacial, utilizou-se o modelo aditivo generalizado em desenho de estudo caso-controle.Por meio de técnicas de análise de regressão espacial, as variáveis socioeconômicas foram associadas às taxas de incidência, no sentido de buscar o melhor modelo que esclarecesse a associação entre as variáveis explicativas e as taxas de incidência de dengue no município à ocasião da epidemia de 2007. Resultados Os mapas gerados mostraram a distribuição espacial e espaço temporal da dengue no município, as áreas de maior risco e a evolução da epidemia ao longo das semanas epidemiológicas. Para o ano de 2007 foram identificados no município dois aglomerados. O aglomerado de alto risco reuniu condições consideradas insalubres sob o ponto de vista da saúde pública e o de baixo risco apresentou os melhores indicadores socioeconômicos. As análises espacial, espaço temporal e de modelagem por regressão mostraram concordância de resultados com relação à maior incidência e risco nas regiões do município com os piores indicadores socioeconômicos. Conclusões A primeira epidemia de dengue ocorrida no município pode ser explicada em parte pela condição de imunidade populacional relacionada à introdução de novo sorotipo circulante e pelas condições de vulnerabilidade social encontradas. O método utilizado mostrou-se adequado para identificação de áreas de risco e por consequência direcionamento de ações e recursos do poder público.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.10.2014
  • Acesso à fonteDOI
    Informações sobre o DOI: 10.11606/D.6.2014.tde-20102014-090103 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de acesso aberto
    • Este artigo é de acesso aberto
    • URL de acesso aberto
    • Cor do Acesso Aberto: gold
    • Licença: cc-by-nc-sa

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FARINELLI, Elaine Cristina; CHIARAVALLOTI NETO, Francisco. Dengue em município do interior paulista: áreas de risco e relação com variáveis socioeconômicas, demográficas e ambientais. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < https://doi.org/10.11606/D.6.2014.tde-20102014-090103 > DOI: 10.11606/D.6.2014.tde-20102014-090103.
    • APA

      Farinelli, E. C., & Chiaravalloti Neto, F. (2014). Dengue em município do interior paulista: áreas de risco e relação com variáveis socioeconômicas, demográficas e ambientais. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de https://doi.org/10.11606/D.6.2014.tde-20102014-090103
    • NLM

      Farinelli EC, Chiaravalloti Neto F. Dengue em município do interior paulista: áreas de risco e relação com variáveis socioeconômicas, demográficas e ambientais [Internet]. 2014 ;Available from: https://doi.org/10.11606/D.6.2014.tde-20102014-090103
    • Vancouver

      Farinelli EC, Chiaravalloti Neto F. Dengue em município do interior paulista: áreas de risco e relação com variáveis socioeconômicas, demográficas e ambientais [Internet]. 2014 ;Available from: https://doi.org/10.11606/D.6.2014.tde-20102014-090103

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021