Exportar registro bibliográfico

Estudo da interação das células-tronco mesenquimais e linfócitos no modelo da doença do enxerto contra hospedeiro (2014)

  • Authors:
  • Autor USP: NORMANTON, MARíLIA - FM
  • Unidade: FM
  • Sigla do Departamento: MCM
  • Subjects: DOENÇA ENXERTO-HOSPEDEIRO; TRANSPLANTE DE MEDULA ÓSSEA; INTERLEUCINAS; APOPTOSE; LINFÓCITOS; PROLIFERAÇÃO CELULAR
  • Keywords: Adult stem cells; Apoptose; Apoptosis; Bone marrow transplantation; Cellular prolipheration; Células-tronco adultas; Doença enxerto-hospedeiro; Graft vs host desease; Interleucina-7; Interleukin-7; Linfócitos T; Proliferação de células; T-lymphocytes; Transplante de medula óssea
  • Language: Português
  • Abstract: Uma das principais complicações inerentes ao transplante de células-tronco hematopoiéticas é a doença do enxerto contra hospedeiro (DECH), que se trata da resposta imunológica contra os tecidos do receptor pelas células T do doador contidas no transplante. Este quadro é responsável por 15-30% das mortes que ocorrem após o transplante de células-tronco hematopoiéticas alogênicas. Apesar dos recentes avanços para reduzir a incidência de DECH através de alternância de regimes profiláticos reduzindo a intensidade do condicionamento, são poucos os tratamentos efetivos. Recentemente, o potencial imunomodulador das células-tronco mesenquimais tornou-se o foco de vários estudos. Alguns autores descreveram a atuação destas células na redução da resposta imunológica através da inibição da proliferação de células T, representando um novo potencial terapêutico para DECH. Mediante esse conhecimento, investigamos o papel das células-tronco mesenquimais na proliferação, apoptose e na produção de citocinas por linfócitos T. Nossos resultados mostraram que a presença de células-tronco mesenquimais nas culturas regulam negativamente a proliferação de linfócitos T estimulados de forma independente de contato e a apoptose de forma parcialmente dependente de contato. Observamos também que linfócitos T virgens em diferenciação para Th17 na presença de células-tronco mesenquimais apresentam redução na capacidade de produzir duas importantes citocinas efetoras implicadas na DECH, o interferon gama(IFN-y) e a interleucina 17A (IL-17A). Investigamos se a prostaglandina E2 (PGE2), por depletar triptofano, estava envolvida com a diminuição de proliferação de linfócitos T quando em cultivo com células-tronco mesenquimais. Utilizamos nas culturas a indometacina (IDT), um anti-inflamatório bloqueador de cicloxigenase (COX 1 e 2) e portanto da via da PGE2. Entretanto, observamos que o bloqueio da via da PGE2 inibia ainda mais a proliferação de linfócitos T e isto ocorria de acordo com a dose de IDT. Com o resultado deste experimento concluímos que, se a proliferação de linfócitos é inibida pela depleção de triptofano do meio, ela não ocorre via PGE2. Entretanto ainda não conseguimos esclarecer se esta via é ativada por outras moléculas, ou se é esta a via realmente responsável pela inibição da proliferação de linfócitos. No que concerne a via de inibição de apoptose, mostramos que a cadeia alpha do receptor de IL-7 (CD127) está aumentada na superfície de linfócitos T quando em presença de células-tronco mesenquimais. Verificamos que o bloqueio de IL-7 nas culturas aumenta a apoptose em linfócitos, bem como sua adição causa diminuição de apoptose. Identificamos a produção intracelular de IL-7 nas células-tronco mesenquimais, relacionando estas células e IL-7 com a inibição de apoptose em linfócitos T nestas condições. Este trabalho gerou dados que permitiram a compreensão de alguns possíveis mecanismos pelos quais as MSCs podem atuar sobre linfócitos T ativados e/oualorreativos; mecanismos estes que podem ser utilizados como base para futuras investigações na elucidação e prevenção da DECH
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.07.2014
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      NORMANTON, Marília; MARTI, Luciana Cavalheiro. Estudo da interação das células-tronco mesenquimais e linfócitos no modelo da doença do enxerto contra hospedeiro. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5146/tde-22092014-163529/ >.
    • APA

      Normanton, M., & Marti, L. C. (2014). Estudo da interação das células-tronco mesenquimais e linfócitos no modelo da doença do enxerto contra hospedeiro. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5146/tde-22092014-163529/
    • NLM

      Normanton M, Marti LC. Estudo da interação das células-tronco mesenquimais e linfócitos no modelo da doença do enxerto contra hospedeiro [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5146/tde-22092014-163529/
    • Vancouver

      Normanton M, Marti LC. Estudo da interação das células-tronco mesenquimais e linfócitos no modelo da doença do enxerto contra hospedeiro [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5146/tde-22092014-163529/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021