Exportar registro bibliográfico

Fatores comportamentais, hormonais e neuroanatômicos associados à vulnerabilidade ao estresse em ratos Carioca High Conditioned-Freezing (CHF) e Carioca Low Conditioned-Freezing (CLF) (2014)

  • Authors:
  • Autor USP: ANHUAMAN, LAURA ANDREA LEON - FFCLRP
  • Unidade: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 594
  • Subjects: ESTRESSE; VULNERABILIDADE; FENÓTIPOS; ANSIEDADE; NEUROGENÉTICA; LABIRINTO
  • Keywords: anxiety; CHF; CHF; CLF; CLFansiedade; medidas fisiologicas; physiological measures; vulnerabilidade ao estresse; vulnerability to stress
  • Language: Português
  • Abstract: A ansiedade e a depressão são as condições psicopatológicas mais comuns na atualidade. As pesquisas científicas em neurociência, psicologia, psiquiatria e medicina geral procuram encontrar diferentes formas para o tratamento e prevenção. No entanto, a maioria das pesquisas não leva em conta as diferenças individuais ou história do individuo. Quase toda a investigação farmacológica é feita em populações heterogêneas de animais, conduzindo assim à "média" dos dados. Recentemente, no Laboratório de Neurociência Comportamental na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), duas novas linhagens de ratos Wistar foram selecionadas fenotipicamente da resposta emocional de congelamento em um teste de medo condicionado . Uma das linhagens, denominada Carioca High ConditionedFreezing (CHF), apresenta uma resposta significativamente aumentada de congelamento no teste, enquanto que a outra (Carioca Low Conditioned-Freezing, CLF) mostra uma resposta de congelamento baixa. Em todos os experimentos utilizamos a linhagem controle (Random, RND) Wistar resultado de cruzamento aleatório entre ratos Wistar. Aqui apresentamos dados de diversos experimentos que avaliaram as diferenças em condições basais e vulnerabilidade ao estresse entre as duas linhagens e a linhagem RND. A concentração plasmática de corticosterona dos ratos foi comparada entre as duas linhagens e o grupo RND, primeiramente no nível basal e posteriormente após a exposição ao mesmo teste, onde foram expostos ao medo condicionado, como estímulo aversivo. Também foi avaliada a proliferação celular e sobrevivência. A imuno-histoquímica para c-fos foi conduzida com o objetivo de se determinar as diferenças de atividade neural entre as duas linhagens e o grupo RND. Um teste farmacológico com ketanserina, antagonista 5-HT2A, foi realizado e os animais foram avaliados quanto à ansiedade e locomoção, no labirintoem cruz elevado. Todos os nossos resultados mostraram diferenças estatisticamente significativas entre as linhagens selecionadas. Estes resultados sugerem que as diferentes condições basais podem ter impacto sobre a reação de comportamento exibido por cada animal. Assim, o uso de grupos selecionados é melhor para se modelar transtornos de ansiedade e procurar quais são caraterísticas que protegem aos animais que não apresentam os sintomas modelados. A partir dos nossos resultados foi evidente que os perfis comportamentais e neuroquímicos dos três grupos CHF, CLF e RND foram qualitativamente e quantitativamente diferentes. Na linha de base após ser fenotipados foi observado que existem diferenças na proliferação celular. Após a reexposição ao contexto observaram-se diferenças na concentração de corticosterona e na ativação neuronal. O estresse crônico levou a respostas diferenciais no número de neurônios imaturos, e o teste farmacológico levou a respostas diferencias tanto a nível local como sistêmico. Os dados obtidos podem ajudar a um melhor entendimento às bases neurobiológicas de aspectos associados às psicopatologias como ansiedade e depressão que estão relacionadas com a vulnerabilidade ao estresse
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.02.2014
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ANHUAMAN, Laura Andrea Leon; FERNANDEZ, Jesus Landeira. Fatores comportamentais, hormonais e neuroanatômicos associados à vulnerabilidade ao estresse em ratos Carioca High Conditioned-Freezing (CHF) e Carioca Low Conditioned-Freezing (CLF). 2014.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59134/tde-03042014-174324/ >.
    • APA

      Anhuaman, L. A. L., & Fernandez, J. L. (2014). Fatores comportamentais, hormonais e neuroanatômicos associados à vulnerabilidade ao estresse em ratos Carioca High Conditioned-Freezing (CHF) e Carioca Low Conditioned-Freezing (CLF). Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59134/tde-03042014-174324/
    • NLM

      Anhuaman LAL, Fernandez JL. Fatores comportamentais, hormonais e neuroanatômicos associados à vulnerabilidade ao estresse em ratos Carioca High Conditioned-Freezing (CHF) e Carioca Low Conditioned-Freezing (CLF) [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59134/tde-03042014-174324/
    • Vancouver

      Anhuaman LAL, Fernandez JL. Fatores comportamentais, hormonais e neuroanatômicos associados à vulnerabilidade ao estresse em ratos Carioca High Conditioned-Freezing (CHF) e Carioca Low Conditioned-Freezing (CLF) [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59134/tde-03042014-174324/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021