Exportar registro bibliográfico

O comportamento de viagens de acesso a aeroportos considerando a confiabilidade do tempo de viagem (2014)

  • Authors:
  • Autor USP: ALVES, BIANCA BIANCHI - EP
  • Unidade: EP
  • Sigla do Departamento: PTR
  • Subjects: ENGENHARIA DE TRANSPORTES; PLANEJAMENTO DE TRANSPORTES; INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES
  • Language: Português
  • Abstract: A confiabilidade do tempo de viagem é atualmente considerada como um fator de elevada importância nos estudos de demanda por transportes, com base no reconhecimento que sistemas congestionados são uma realidade inevitável nos grandes centros urbanos, gerando incertezas nas estimativas do tempo de viagem e tornando sua representação através de uma variável de tempo médio excessivamente simplista. O acesso terrestre aos aeroportos em São Paulo constitui um contexto interessante para o estudo da confiabilidade, considerando os altos custos atribuídos à eventual perda do voo e o ambiente de alta variabilidade de tempos de viagem na região. O estudo da confiabilidade do tempo de viagem tem sido em geral desenvolvido com um enfoque exclusivamente quantitativo, usando modelos matemáticos que se baseiam em teorias de maximização da utilidade estimados a partir de dados de preferência declarada. Em geral, são ignorados: (i) os efeitos de fatores latentes no comportamento, (ii) o fato de que o comportamento nem sempre reflete as intenções, (iii) a complexidade dos fatores envolvidos nas escolhas e (iv) os fatores que descrevem o contexto em que ocorre a decisão. O trabalho utiliza métodos mistos para a coleta e análise dos dados, procurando obter um conjunto abrangente de informações sobre o comportamento. Tanto a coleta de dados como os modelos estimados baseiam-se nos fundamentos da Teoria do Comportamento Planejado, que afirma que o comportamento revelado pode ser estimado a partir de uma intenção que, por sua vez, pode ser estimada a partir de atitudes, normas subjetivas e controle percebido. O controle percebido representa a percepção individual quanto à facilidade em desempenhar um comportamento. Neste estudo, a confiabilidade do tempo de viagem é incluída como um fator de controle percebido, assim como outros indicadores de controle não comumente considerados.A análise é conduzida usando-se uma técnica de Modelos de Equações Estruturais denominada Mínimos Quadrados Parciais. O uso desta técnica permitiu uma descrição abrangente dos mecanismos envolvidos no processo de escolha de acesso terrestre ao aeroporto e confirmou a importância dos fatores latentes na escolha, particularmente os relacionados ao controle percebido e real. Foi possível também verificar que conjuntos distintos de fatores influenciam a formação da intenção (e portanto a preferência declarada) e o comportamento propriamente dito (e portanto o comportamento revelado).
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.05.2014
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ALVES, Bianca Bianchi; STRAMBI, Orlando. O comportamento de viagens de acesso a aeroportos considerando a confiabilidade do tempo de viagem. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3138/tde-19032015-153303/pt-br.php >.
    • APA

      Alves, B. B., & Strambi, O. (2014). O comportamento de viagens de acesso a aeroportos considerando a confiabilidade do tempo de viagem. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3138/tde-19032015-153303/pt-br.php
    • NLM

      Alves BB, Strambi O. O comportamento de viagens de acesso a aeroportos considerando a confiabilidade do tempo de viagem [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3138/tde-19032015-153303/pt-br.php
    • Vancouver

      Alves BB, Strambi O. O comportamento de viagens de acesso a aeroportos considerando a confiabilidade do tempo de viagem [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3138/tde-19032015-153303/pt-br.php


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021