Exportar registro bibliográfico

Pesquisa de Mycobacterium spp. em queijos minas meia cura obtidos em feiras-livres da cidade de São Paulo (2013)

  • Authors:
  • Autor USP: MORICONI, PATRÍCIA ROSSI - FMVZ
  • Unidade: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VPS
  • Subjects: MICROBIOLOGIA DE ALIMENTOS (ANÁLISE); MYCOBACTERIUM BOVIS (ANÁLISE); QUEIJO (MICROBIOLOGIA)
  • Keywords: Mycobacterium spp; Mycobacterium bovis; Mycobacterium bovis; Mycobacterium spp; Feiras-livres; Leite cru; Minas cheese half-cure; Open markets; Queijo Minas meia-cura; Raw milk; Tuberculose zoonótica; Zoonotic tuberculosis
  • Language: Português
  • Abstract: O gênero Mycobacterium spp. compreende microrganismos saprófitas e patogênicos de interesse em saúde animal e humana. A espécie M. bovis, que causa tuberculose nos animais, é excretada através do leite de bovinos infectados e tem no consumo de leite cru e seus derivados uma importante via de transmissão para o homem, causando uma doença tão grave quanto à causada pelo M. tuberculosis. Como a doença nos animais é endêmica no Brasil e o queijo minas meia cura é normalmente fabricado com leite cru e muito apreciado pelo consumidor paulistano, amostras desse produto, obtidas em feiras-livres, foram analisadas quanto à ocorrência de micobactérias. As amostras foram descontaminadas pelo método HPC 1,5%, semeadas em meio Stonebrink-Leslie (incubadas a 37ºC/90 dias) e as colônias suspeitas, submetidas à reação de PCR TB multiplex e sequenciamento nucleotídico. Em 12% das amostras (16/133) foram isoladas 26 colônias de Mycobacterium spp., tendo sido identificadas 6 espécies, todas ambientais: Mycobacterium fortuitum, M. confluentis, M. elephantis, M. novocastrense, M. sphagni e M. arupense; 7 isolados, no entanto, permaneceram sem caracterização quanto à espécie. O M. fortuitum é um patógeno oportunista importante em saúde pública, sem que haja, entretanto, evidências de transmissão alimentar; o M. novocastrense, .M. arupense e M. elephantis também têm sido consideradas espécies com potencial patogênico ao ser humano. Os resultados sugerem, tal como era esperado, que a frequência e acarga inicial de M. bovis em queijo Minas meia cura sejam baixas, mas se deve considerar que a metodologia empregada, por falta de outra específica, não privilegia a detecção em cenário de baixa carga inicial do agente acompanhada por alta carga contaminante. Sugerem também a necessidade de se avaliar a importância da transmissão alimentar de micobactérias não tuberculosas, especialmente para indivíduos imunossuprimidos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.09.2013
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MORICONI, Patrícia Rossi; TELLES, Evelise Oliveira. Pesquisa de Mycobacterium spp. em queijos minas meia cura obtidos em feiras-livres da cidade de São Paulo. 2013.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10134/tde-04092014-142755/ >.
    • APA

      Moriconi, P. R., & Telles, E. O. (2013). Pesquisa de Mycobacterium spp. em queijos minas meia cura obtidos em feiras-livres da cidade de São Paulo. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10134/tde-04092014-142755/
    • NLM

      Moriconi PR, Telles EO. Pesquisa de Mycobacterium spp. em queijos minas meia cura obtidos em feiras-livres da cidade de São Paulo [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10134/tde-04092014-142755/
    • Vancouver

      Moriconi PR, Telles EO. Pesquisa de Mycobacterium spp. em queijos minas meia cura obtidos em feiras-livres da cidade de São Paulo [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10134/tde-04092014-142755/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021