Exportar registro bibliográfico

Bem-estar subjetivo: uma abordagem intergeracional pelo método de pseudopainel (2014)

  • Authors:
  • Autor USP: DIB NETTO, JOãO HENRIQUE CHAER - FEA
  • Unidade: FEA
  • Sigla do Departamento: EAE
  • Subjects: BEM-ESTAR ECONÔMICO; FELICIDADE; GERAÇÕES
  • Keywords: Abordagem Intergeracional; Bem-Estar Subjetivo; Intergeragional Approach; Pseudopainel; Pseudopanel; Subjective Well-Being; WVS
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo principal deste trabalho é contribuir com a literatura de bem-estar subjetivo ao sugerir a aplicação da metodologia de pseudopainel para as "happiness equations", nome pelo qual ficaram conhecidas as equações de bem-estar com variável dependente "satisfação com a vida" ou "felicidade". Utilizando a base de dados WVS - pesquisa internacional realizada com periodicidade irregular de 1981 a 2008 em mais de 50 países - e seguindo a metodologia sugerida por Deaton (1985), foram rastreadas "células" de indivíduos ao longo dos últimos 20 anos para estimação dos determinantes do bem-estar. As células foram formadas pela interação entre geração, gênero e país de nascimento. A grande vantagem do modelo de pseudopainel é que permite controlar para efeitos fixos não-observáveis de células, que são prováveis fontes de viés. Os resultados apontam que os principais determinantes do bem-estar subjetivo individual e intergeracional são: saúde, porque o bem-estar subjetivo tem associação inegável ao bem-estar físico; renda individual ou agregada, porque os bens materiais trazem utilidade, mesmo considerando o efeito adaptação e as crescentes aspirações; emprego, porque além dos ganhos monetários o trabalho também conduz a um maior status social e autoestima; religião, porque a reflexão, a introspecção e a crença em um ser superior confortam em momentos de dificuldade, ajudam a aceitar as adversidades e dão esperança e sentido à vida; senso de liberdade, porque, na maioriadas situações, as pessoas preferem ter a sensação de controle sobre suas escolhas e extraem utilidade do processo de decisão. Por fim, tendo em vista a discussão recente na literatura sobre a perda de bem-estar na transição dos países ex-socialistas para o capitalismo, o modelo de pseudopainel foi adaptado para estimar o impacto dessa mudança em diferentes gerações. Os resultados apontam que as gerações mais antigas foram aquelas que mais sofreram perda de bem-estar. O comportamento da satisfação com a vida após os anos 90 nesses países, mesmo considerando diversos outros fatores sócio-econômicos, assumiu um "formato de V": repentino declínio com gradual recuperação, que se estende até os dias de hoje
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.06.2014
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      DIB NETTO, João Henrique Chaer; MENEZES FILHO, Naercio Aquino. Bem-estar subjetivo: uma abordagem intergeracional pelo método de pseudopainel. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12138/tde-01092014-153739/ >.
    • APA

      Dib Netto, J. H. C., & Menezes Filho, N. A. (2014). Bem-estar subjetivo: uma abordagem intergeracional pelo método de pseudopainel. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12138/tde-01092014-153739/
    • NLM

      Dib Netto JHC, Menezes Filho NA. Bem-estar subjetivo: uma abordagem intergeracional pelo método de pseudopainel [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12138/tde-01092014-153739/
    • Vancouver

      Dib Netto JHC, Menezes Filho NA. Bem-estar subjetivo: uma abordagem intergeracional pelo método de pseudopainel [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12138/tde-01092014-153739/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020