Exportar registro bibliográfico

Efeito da melatonina sobre a viabilidade de células granulares de cerebelo em cultura depende do contexto celular (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: FRANCO, DAIANE GIL - IB
  • Unidades: IB
  • Sigla do Departamento: BIF
  • Subjects: MELATONINA; CEREBELO; GLÂNDULA PINEAL; RATOS; FISIOLOGIA
  • Keywords: Cell death; Células granulares do cerebelo; Cerebellar granule cell; Citoproteção; Cytoprotection; LPS; LPS; Morte celular; NF-kB; NF-kB; Nitric oxide
  • Language: Português
  • Abstract: Diversos neurônios apresentam uma atividade constitutiva de NF-?B, o qual desempenha múltiplas funções fisiológicas, além da modulação de respostas patológicas. A melatonina, hormônio produzido ritmicamente pela glândula pineal na fase de escuro, é também um fator autócrino e parácrino envolvido em múltiplos processos biológicos, sendo que a citoproteção é uma ação de destaque dessa molécula. A melatonina inibe a translocação nuclear do NF-?B e a expressão do seu produto iNOS em modelos de danos celular. No presente trabalho avaliamos se o efeito citoprotetor da melatonina depende do estado de ativação do NF-?B em cultura de células granulares de cerebelo, tendo em vista que essas células apresentam uma atividade basal deste fator de transcrição fundamental para a sobrevivência das células. Além disso, questionamos se essas células em cultura produziriam melatonina e se esta teria algum papel citoprotetor. Testamos a viabilidade da cultura de células granulares de cerebelo de rato (Wistar 7-8 dias de idade) após 24 horas de incubação com melatonina na presença ou ausência de LPS. Em condição basal a melatonina diminuiu a sobrevivência das células e inibiu a morte celular induzida pelo LPS. Este efeito foi compatível com os resultados da ativação do NF-?B e da expressão da iNOS. Na presença do LPS a melatonina bloqueia a indução da translocação nuclear do NF-?B, a expressão da iNOS e a produção de NO. Quando apenas a melatonina foi incubada, observamos uma inibição transiente(15 min.) do NF-?B, seguida por um aumento do conteúdo nuclear do fator de transcrição (60 min.). A expressão da iNOS seguiu o mesmo perfil, ou seja, sofreu uma inibição transiente (30 min.) seguida de um aumento acima do nível basal após 120 minutos de incubação. Portanto, demonstramos que a melatonina afeta de forma diferente a viabilidade de células granulares de cerebelo dependo do contexto em que as células se encontram. Além disso, obtivemos evidências de que essas células expressam a enzima a AA-NAT, e produzem melatonina, que exerce função protetora para a cultura. Desta forma, nossos dados proporcionam uma base mecanicista para a compreensão da influência do contexto celular na resposta à melatonina
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.05.2014
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FRANCO, Daiane Gil; MARKUS, Regina Pekelmann. Efeito da melatonina sobre a viabilidade de células granulares de cerebelo em cultura depende do contexto celular. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41135/tde-27082014-092604/ >.
    • APA

      Franco, D. G., & Markus, R. P. (2014). Efeito da melatonina sobre a viabilidade de células granulares de cerebelo em cultura depende do contexto celular. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41135/tde-27082014-092604/
    • NLM

      Franco DG, Markus RP. Efeito da melatonina sobre a viabilidade de células granulares de cerebelo em cultura depende do contexto celular [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41135/tde-27082014-092604/
    • Vancouver

      Franco DG, Markus RP. Efeito da melatonina sobre a viabilidade de células granulares de cerebelo em cultura depende do contexto celular [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41135/tde-27082014-092604/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020