Exportar registro bibliográfico

Efeitos do estresse agudo de contenção sobre a caracterização fenotípica e funcional de células dendríticas em camundongos Balb/c (2014)

  • Authors:
  • Autor USP: LIMA, ANA PAULA NASCIMENTO DE - FMVZ
  • Unidade: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VPT
  • Subjects: ESTRESSE (EFEITOS); FISIOLOGIA ANIMAL (ESTUDO); SISTEMA IMUNE (ESTUDO)
  • Keywords: Células dendríticas; Dendritic cells; Estresse; Neuimmunomodulation; Neuroimunomodulação; Stress
  • Language: Português
  • Abstract: Os efeitos do estresse, que são fatores constantes e componentes importantes na vida de um indivíduo, provocam alterações sobre o sistema imunológico. Nossa hipótese foi de que o estresse agudo de contenção aplicado em três sessões em dias alternados pode alterar a expressão de marcadores de membrana e a função de células dendríticas (DCs) de camundongos Balb/c. Investigar os efeitos do estresse sobre as DC nos pareceu relevante uma vez que estas são importantes elementos de ligação entre as respostas imune inata e adaptativa, ou seja, são células apresentadoras de antígenos altamente especializadas com uma capacidade única para ativar linfócitos T. Inicialmente, foram realizados experimentos comportamentais e dosagens de hormônios relacionados à resposta ao estresse, a fim de caracterizar e validar o modelo de estresse agudo por contenção utilizado. Em seguida, DCs esplênicas e DCs geradas a partir de células precursoras da medula óssea foram analisadas quanto a expressão de marcadores fenotípicos CD11c, MHC-II, CD80, CD86, CD40 e CCR-7. O modelo de estresse agudo de contenção mostrou-se capaz de produzir alterações no comportamento e de ativar o eixo HPA e o SNS. A análise dos marcadores fenotípicos revelou um aumento da expressão de CD40 em DCs esplênicas de animais estressados, porém, não houve alterações nas DCs derivadas da medula óssea. O ensaio de proliferação demonstrou uma alteração na função de DCs na proporção de 1:1 no co-cultivo com esplenócitos. O presentetrabalho, portanto, demonstrou que o estresse agudo de contenção, realizado em três sessões em dias alternados, é capaz de alterar alguns parâmetros relacionados ao fenótipo e à função de DCs esplênicas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 14.03.2014
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LIMA, Ana Paula Nascimento de; GOMES, Cristina de Oliveira Massoco Salles. Efeitos do estresse agudo de contenção sobre a caracterização fenotípica e funcional de células dendríticas em camundongos Balb/c. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10133/tde-28072014-114543/ >.
    • APA

      Lima, A. P. N. de, & Gomes, C. de O. M. S. (2014). Efeitos do estresse agudo de contenção sobre a caracterização fenotípica e funcional de células dendríticas em camundongos Balb/c. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10133/tde-28072014-114543/
    • NLM

      Lima APN de, Gomes C de OMS. Efeitos do estresse agudo de contenção sobre a caracterização fenotípica e funcional de células dendríticas em camundongos Balb/c [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10133/tde-28072014-114543/
    • Vancouver

      Lima APN de, Gomes C de OMS. Efeitos do estresse agudo de contenção sobre a caracterização fenotípica e funcional de células dendríticas em camundongos Balb/c [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10133/tde-28072014-114543/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021