Exportar registro bibliográfico

Zona de habitabilidade galáctica para vida simples e para vida complexa (2014)

  • Authors:
  • Autor USP: MELLO, FERNANDO DE SOUSA - IAG
  • Unidade: IAG
  • Sigla do Departamento: AGA
  • Assunto: GALÁXIAS
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho apresenta um estudo da habitabilidade na Galáxia tanto para vida simples (microbiana) como para a vida complexa com base no cálculo da Zona Habitável Galáctica (ZHG). A extensão da ZHG é obtida levando-se em conta a probabilidade de uma estrela abrigar planetas telúricos na sua Zona Habitável Circunstelar (ZHC), a escala de tempo de evolução da vida e as ameaças por supernovas às biosferas. O principal instrumento utilizado neste trabalho foi um código de evolução química para o disco da Galáxia que fornece a dependência radial e temporal de várias grandezas do meio interestelar e das populações estelares necessárias para estimar a habitabilidade. Outro importante recurso aqui usado são as simulações de Ida (2013) para a formação de sistemas planetários, a partir das quais estimamos a probabilidade de uma estrela abrigar planetas telúricos na ZHC em função da metalicidade e da massa da estrela. Finalmente, calculamos estimativas dos danos causados por supernovas tanto para a vida simples como para a vida complexa, distinguindo os efeitos de supernovas de tipo Ia e II. Em virtude do tempo de emergência mais curto e da maior resistência aos danos por supernovas, a Galáxia é muito mais habitável para a vida simples do que para a vida complexa. Além disso, a habitabilidade para a vida simples sempre é maior nas regiões internas da Galáxia, interiores ao raio solar de 8 kpc, possuindo um pico no raio mais interno, de 2 kpc. Por outro lado, a evolução da habitabilidade da vida complexa não tem um comportamento simples. Atualmente, a vida complexa apresenta maior habitabilidade no raio de 2 kpc, caindo fortemente para maiores raios, tendo um pequeno pico de habitabilidade nas proximidades do raio solar, e finalmente decrescendo suavemente em direção à borda da Galáxia. As estimativas da ZHG, fornecidas pelo presente trabalho, serão úteis no desenvolvimento de estratégias de busca (Continuação)(Continua) por vida na galáxia como um todo.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 07.05.2014

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MELLO, Fernando de Sousa; FRIAÇA, Amâncio Cesar Santos. Zona de habitabilidade galáctica para vida simples e para vida complexa. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014.
    • APA

      Mello, F. de S., & Friaça, A. C. S. (2014). Zona de habitabilidade galáctica para vida simples e para vida complexa. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Mello F de S, Friaça ACS. Zona de habitabilidade galáctica para vida simples e para vida complexa. 2014 ;
    • Vancouver

      Mello F de S, Friaça ACS. Zona de habitabilidade galáctica para vida simples e para vida complexa. 2014 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021