Exportar registro bibliográfico

Avaliação da acuracidade da reconstrução facial 3D por meio de fotografias antemortem de indivíduos previamente identificados (2013)

  • Authors:
  • Autor USP: ZEILMANN, PATRíCIA PEREIRA - FO
  • Unidade: FO
  • Sigla do Departamento: ODS
  • Subjects: ODONTOLOGIA FORENSE; FACE (RECONSTRUÇÃO); IDENTIFICAÇÃO (HUMANO)
  • Keywords: Aproximação facial forense; Reconstrução facial forense
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho teve como objetivo avaliar, por meio de comparação com fotografias ante-mortem, a acuracidade da reconstrução facial forense manual e computadorizada de brasileiros adultos utilizando-se o método de Manchester. Foram reconstruídos os rostos a partir de 08 crânios, 04 femininos e 04 masculinos que foram exumados no Cemitério Municipal Necrópole do Campo Santo-Guarulhos/São Paulo. Esse estudo se justificou para possibilitar a utilização do método de Manchester considerando-se as profundidades de tecidos moles estabelecidas para brasileiros. Oito réplicas de gesso para a reconstrução manual, e oito modelos virtuais em 3D, obtidos por meio de tomografia para a computadorizada foram levados para o Centro de Anatomia e Identificação Humana da Universidade de Dundee/Escócia/Reino Unido. Utilizou-se argila para a manual e a tecnologia Sensable por meio do programa de computador FreeForm Modelling Plus, e do dispositivo tátil Phantom Haptic Desktop para a computadorizada. Avaliou-se a acuracidade das 16 reconstruções resultantes por meio de dois métodos: fotografias das reconstruções produzidas foram mostradas para 100 voluntários, que foram convidados a escolher o sujeito da fotografia em vivo quando incluído com outros cinco sujeitos aleatoriamente selecionados; e por meio de teste de semelhança, que comparou a fotografia da reconstrução com a do sujeito alvo lado a lado, o que foi feito também com dois sujeitos controle. Embora em ambos os testes os sujeitos alvo (Continua)(Continuação) tiveram o melhor desempenho no número de acertos e no grau de semelhança, as reconstruções manuais obtiveram um melhor desempenho e o maior nível de acerto foi de 90% em um caso no teste de reconhecimento, enquanto na computadorizada foi de 81%. Este estudo demonstrou que o método de manchester em brasileiros, assim como o FreeForm Modelling Plus são ferramentas úteis e adequadas para o uso em reconstrução facial com níveis de sucesso muito significativos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.12.2013
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ZEILMANN, Patrícia Pereira; MELANI, Rodolfo Francisco Haltenhoff; WILKINSON, Caroline. Avaliação da acuracidade da reconstrução facial 3D por meio de fotografias antemortem de indivíduos previamente identificados. 2013.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23153/tde-28032014-201941/ >.
    • APA

      Zeilmann, P. P., Melani, R. F. H., & Wilkinson, C. (2013). Avaliação da acuracidade da reconstrução facial 3D por meio de fotografias antemortem de indivíduos previamente identificados. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23153/tde-28032014-201941/
    • NLM

      Zeilmann PP, Melani RFH, Wilkinson C. Avaliação da acuracidade da reconstrução facial 3D por meio de fotografias antemortem de indivíduos previamente identificados [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23153/tde-28032014-201941/
    • Vancouver

      Zeilmann PP, Melani RFH, Wilkinson C. Avaliação da acuracidade da reconstrução facial 3D por meio de fotografias antemortem de indivíduos previamente identificados [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23153/tde-28032014-201941/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020