Exportar registro bibliográfico

Processos de hidroxilação do óxido de magnésio ('MG''O'): sínter e magnésia cáustica (2014)

  • Authors:
  • Autor USP: ARRUDA, CEZAR CARVALHO DE - EESC
  • Unidade: EESC
  • Sigla do Departamento: SMM
  • Subjects: SINTER; TERMOGRAVIMETRIA; REAÇÕES EXOTÉRMICAS
  • Language: Português
  • Abstract: A principal limitação do uso de MgO em refratários é a facilidade com que reage com água formando hidróxido de magnésio (Mg('OH) IND.2') que, devido à sua menor densidade, causa tensões destrutivas nesses materiais. Para outras aplicações, no entanto, a reação de hidroxilação do MgO é necessária, como em produção de agentes antichamas, em compósitos poliméricos e na correção de pH de solos. Observações empíricas na literatura demonstraram que diferentes fontes de MgO possuem reatividades e sensibilidades à hidroxilação distintas. Este estudo analisou o impacto de variáveis externas (por exemplo, a liberação de calor que ocorre durante a reação ou o volume das amostras) que ainda não foi completamente compreendido. O impacto auto-catalítico da temperatura reacional e da exotermia da reação foi avaliado. Por meio de medidas de temperatura in situ e de grau de hidroxilação termogravimétrico, também foram estudados os impactos do volume das amostras testadas e da concentração de sólidos nas suspensões, por meio de medidas de temperatura in situ e termogravimetria. Analisou-se também as principais diferenças estruturais entre duas principais fontes de MgO (sínter de MgO e magnésia cáustica): morfologia de partículas, densidade e área superficial específica. Em seguida, os mecanismos de hidroxilação em suspensões aquosas e seus efeitos foram avaliados por meio de testes de hidroxilação seguidos de termogravimetria, difração de raios-X, medidas de condutividade iônica, densidade, área superficial específica e microscopia eletrônica, e relacionado com as características físico-químicas e morfológicas das respectivas fontes de MgO. Pôde-se constatar que diferenças significativas entre a temperatura nominal do meio reacional e no interior da amostra podem afetar a cinética de hidroxilação do material. O volume e a concentração de sólidos variáveistambém podem acentuar consideravelmente os efeitos da exotermia e gerar gradientes de hidroxilação. Também se verificou que a morfologia e a quantidade do Mg('OH) IND.2' formado mudam significativamente dependendo do precursor e em função das condições de tempo-temperatura
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.02.2014
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ARRUDA, Cezar Carvalho de; SALOMÃO, Rafael. Processos de hidroxilação do óxido de magnésio ('MG''O'): sínter e magnésia cáustica. 2014.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18158/tde-14072014-112443/pt-br.php >.
    • APA

      Arruda, C. C. de, & Salomão, R. (2014). Processos de hidroxilação do óxido de magnésio ('MG''O'): sínter e magnésia cáustica. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18158/tde-14072014-112443/pt-br.php
    • NLM

      Arruda CC de, Salomão R. Processos de hidroxilação do óxido de magnésio ('MG''O'): sínter e magnésia cáustica [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18158/tde-14072014-112443/pt-br.php
    • Vancouver

      Arruda CC de, Salomão R. Processos de hidroxilação do óxido de magnésio ('MG''O'): sínter e magnésia cáustica [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18158/tde-14072014-112443/pt-br.php


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021