Exportar registro bibliográfico

Análise cinética da locomoção de cães com osteoartrose coxofemoral submetidos ao tratamento de ondas de choque extracorpóreo (2013)

  • Authors:
  • Autor USP: SOUZA, ALEXANDRE NAVARRO ALVES DE - FMVZ
  • Unidade: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VCI
  • Subjects: CÃES (PATOLOGIA); DOENÇAS DO SISTEMA OSTEOMUSCULAR EM ANIMAL; TERAPÊUTICA VETERINÁRIA
  • Keywords: Análise cinética; Cães; Displasia coxofemoral; Dogs; Hip dysplasia; Kinetic analysis; Locomoção; Locomotion; Shockwave Therapy; Terapia de onda de choque
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo da pesquisa foi avaliar os efeitos da terapia de ondas de choque extracorpórea em pacientes com osteoartrose coxofemoral secundária a displasia. Foram analisados 30 cães (Grupo I) com auxílio da plataforma de baropodometria, portadores de osteoartrose bilateral da articulação coxofemoral, que receberam como tratamento ondas de choque radiais somente em uma das articulações acometidas de modo aleatório que foi comparado ao membro contralateral com o acompanhamento de 3 meses, 18 animais (Grupo II) com displasia coxofemoral e osteoartrose bilateral medicados com condroprotetor e também comparado ao banco de 20 animais hígidos (Grupo III). O protocolo de tratamento envolveu três sessões de 2000 pulsos cada com frequência de 10 Hz de 2-3,4 bars, com intervalo de 7 dias, e a aplicação realizada sob sedação e curta anestesia. A avaliação mensal quantitativa do apoio dos membros e da eficácia do tratamento foi realizada com análise cinética utilizando sistema de baropodometria, mensurando-se o pico de força vertical (PFV) e o impulso vertical (IV).O grupo I e II tiveram em média valores do PFV e IV inferiores ao grupo III. No grupo I, observou-se um aumento em média de 10,6% do PFV e de 10,4% do IV do membro tratado, assim como uma melhora na simetria. O grupo II apresentou um aumento em média do membro pélvico esquerdo de 9% do IV, porém houve piora de 11% na simetria deste mesmo parâmetro. Os dados da análise cinética no membro tratado do grupo I atingiram em médiavalores próximos, mas ainda inferiores, ao grupo III de animais hígidos. Estas avaliações verificaram a eficácia das ondas de choque como tratamento conservativo de cães portadores de osteoartrose secundária a displasia, sugerindo efeitos benéficos de forma quantitativa para uma melhor locomoção
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.08.2013
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOUZA, Alexandre Navarro Alves de; MATERA, Julia Maria. Análise cinética da locomoção de cães com osteoartrose coxofemoral submetidos ao tratamento de ondas de choque extracorpóreo. 2013.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10137/tde-28112013-114523/ >.
    • APA

      Souza, A. N. A. de, & Matera, J. M. (2013). Análise cinética da locomoção de cães com osteoartrose coxofemoral submetidos ao tratamento de ondas de choque extracorpóreo. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10137/tde-28112013-114523/
    • NLM

      Souza ANA de, Matera JM. Análise cinética da locomoção de cães com osteoartrose coxofemoral submetidos ao tratamento de ondas de choque extracorpóreo [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10137/tde-28112013-114523/
    • Vancouver

      Souza ANA de, Matera JM. Análise cinética da locomoção de cães com osteoartrose coxofemoral submetidos ao tratamento de ondas de choque extracorpóreo [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10137/tde-28112013-114523/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021