Exportar registro bibliográfico

Análise baropodométrica de pacientes submetidos à cirurgia bariátrica (2014)

  • Authors:
  • Autor USP: BACHA, IVAN LéO - FM
  • Unidade: FM
  • Sigla do Departamento: MOT
  • Subjects: OBESIDADE; OBESIDADE MÓRBIDA; BIOMECÂNICA; CIRURGIA BARIÁTRICA; MARCHA (LOCOMOÇÃO)
  • Keywords: Biomecânica; Biomechanics; Body weight; Cirurgia bariátrica; Foot; Gait; Marcha; Obesidade; Obesidade mórbida; Obesity; Obesity, morbid; ; Peso corporal; Bariatric surgery
  • Language: Português
  • Abstract: INTRODUÇÃO: A obesidade mórbida é uma doença multifatorial, de difícil tratamento que pode cursar com alterações hormonais, musculoesqueléticas e metabólicas, que estão associadas a várias doenças e incapacidades funcionais. O objetivo deste estudo foi avaliar a componente vertical da força de reação do solo, a pressão plantar, a área de contato dos pés e o tempo de duplo apoio usando a baropodometria estática e dinâmica (marcha) antes e depois da cirurgia bariátrica. MÉTODOS: Foram avaliados 16 indivíduos, com índice de massa corporal (IMC) inicial entre 30-55 antes e depois da cirurgia bariátrica. A primeira avaliação foi feita uma semana antes da intervenção e a segunda seis meses depois. Treze pacientes (81,3%) eram do sexo feminino e três (18,8%) do sexo masculino e a média de idade foi de 46 ± 10 (21-60) anos. Foi realizada a baropodometria estática e dinâmica (marcha a 1 km/h e 3 km/h) utilizando-se o sistema FSCAN (software versão 3848). Foram utilizadas palmilhas flexíveis recortadas de acordo com o tamanho do pé colocadas dentro dos calçados. Foram medidos os picos de pressão plantar e força de reação do solo no retropé e antepé; tempo de duplo apoio na marcha e área de contato do pé. RESULTADOS: Houve redução da força de reação do solo no antepé e retropé e da área de contato dos pés com o solo em todos os indivíduos em todas as avaliações, associados à redução significativa do IMC após seis meses da operação.O pico de pressão não variou na velocidade de 1 km/h e na velocidade de 3 km/h houve redução do pico de pressão no retropé direito e esquerdo e antepé esquerdo. Houve diminuição do tempo de duplo apoio na velocidade de 3 km/h. CONCLUSÃO: A perda de peso pós cirurgia bariátrica diminuiu a força de reação do solo e área de contato do pé. A pressão plantar diminuiu na velocidade de 3 km/h principalmente no antepé. Houve aumento da cadência e diminuição do tempo de duplo apoio na marcha a 3 km/h
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 22.01.2014
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BACHA, Ivan Léo; GREVE, Julia Maria D'Andrea. Análise baropodométrica de pacientes submetidos à cirurgia bariátrica. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5160/tde-04042014-122545/ >.
    • APA

      Bacha, I. L., & Greve, J. M. D. 'A. (2014). Análise baropodométrica de pacientes submetidos à cirurgia bariátrica. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5160/tde-04042014-122545/
    • NLM

      Bacha IL, Greve JMD'A. Análise baropodométrica de pacientes submetidos à cirurgia bariátrica [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5160/tde-04042014-122545/
    • Vancouver

      Bacha IL, Greve JMD'A. Análise baropodométrica de pacientes submetidos à cirurgia bariátrica [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5160/tde-04042014-122545/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021