Exportar registro bibliográfico

Fototerapia como estímulo à cicatrização de úlceras cutâneas em ratos frente ao estresse oxidativo experimental (2014)

  • Authors:
  • Autor USP: LEITE, SAULO NANI - BIOENGENHARIA
  • Unidade: BIOENGENHARIA
  • Subjects: CICATRIZAÇÃO; ÚLCERA CUTÂNEA; DISLIPIDEMIAS; CICATRIZAÇÃO; FOTOTERAPIA
  • Language: Português
  • Abstract: O estudo avaliou os efeitos da fototerapia na cicatrização de úlceras cutâneas e sua relação com estresse oxidativo experimental em ratos. Foram selecionados 80 ratos Wistar que foram divididos aleatoriamente em dois grupos de acordo com a dieta, controle e hiperlipídica (50% gordura) durante 45 dias. Posteriormente, foram avaliadas as concentrações séricas de glicemia, colesterol total, triglicérides, HDL e adiponectina, além da avaliação clínica e histopatológica dos fígados dos animais. Os animais normolipídicos (NL) e hiperlipídicos (HL) foram distribuídos em grupos (n=20) conforme tratamento fototerápico, a saber: aparelho desliqado (sham) e ligado (laser diodo, 660 nm, 2 J, 70 J/'CM POT.2', 100 mW) sendo designados NLL-, HLL-, NLL+ e HLL+ respectivamente. Duas úlceras cutâneas foram realizadas com punch 15 mm e irradiadas 3 vezes por semana durante 14 dias. As úlceras foram fotografadas e analisadas por meio do programa ImageJ e calculado os índices de cicatrização das úlceras (IGUs) no 2º, 7º e 14º dias, além da dosagem de hidroxiprolina para avaliação da colagênese e avaliação histopatológica (HE) qualitativa do processo cicatricial. Foram coletadas biópsias das lesões nos dias de seguimento para dosagens de mieloperoxidase (MPO), malondialdeído (MDA), peróxidos de hidrogênio (FOX), glutationa reduzida (GSH) para avaliar o estresse oxidativo tecidual. Os resultados mostraram que após o período de dieta, os animais hiperlipídicos apesar de não apresentarem aumento na massa corporal, apresentaram aumento da glicemia (p=0,0001), colesterol total (p=0,0002), triglicérides (p=0,0001) e diminuição nos níveis de adiponectina (p=0,003) comparado ao grupo normolipídico. Além disso, apresentaram fígados com alterações clínicas e histopatológicas compatíveis com quadro de esteatose hepática. Em relação ao estudo da cicatrização,no 14º dia o grupo hiperlipídico apresentou atraso na reepitelização das úlceras (p=0,0001), diminuição da colagênese (p=0,0001), e na análise histopatológica qualitativa do 14º dia evidenciou pequena formação de epiderme, poucos fibroblastos e colágeno desorganizado em relação aos normolipídicos. Quanto ao estresse oxidativo, no 2º dia os animais hiperlipídicos apresentaram aumento nos níveis de MPO (p=0,0001), MDA no 2º e 14º dia (p=0,0003 e p=0,0001), FOX no 2º e 14º dia (p=0,01 respectivamente) e GSH no 2º dia (p=0,009) em relação aos normolipídicos. Em relação aos grupos irradiados, no 2º dia o grupo NLL+ apresentou maiores ICUs em relação ao HLL- (p<O,05) e o HLL+ apresentou maiores IGUs em relação aos controles NLL- e HLL- (p<O,05). No 14º dia o grupo NLL+ apresentou novamente maiores IGUs em relação ao HLL- e o grupo HLL+ apresentou maiores IGUs em comparação com o HLL- e NLL+ (p<O,05). Quanto à colagênese, no 7º dia o NLL+ apresentou aumento em relação aos demais grupos (p<0,05) e no 14º dia o NLL+ continuou apresentando aumento em comparação com os outros grupos e o HLL+ apresentou aumento em relação ao HLL- (p<0,05). Em relação ao estresse oxidativo, no 2º dia o grupo NLL+ apresentou aumento de MPa em relação aos grupos NLL- e HLL+ (p<0,05). No 7º dia o grupo NLL+ apresentou diminuição nos níveis de MPO em comparação ao NLL- e o HLL+ apresentou diminuição em relação aos controles NLL- e HLL- (p<O,05). As dosagens de MDA no 2º dia mostraram que o grupo HLL+ apresentou menores índices em comparação ao HLL- e no 14º dia o NLL+ apresentou diminuição nos índices em relação ao HLL- (p<O,05). De acordo com as dosagens de FOX no 2º dia o NLL+ mostrou níveis elevados em comparação com os grupos NLL- e HLL+, e o grupo HLL+ mostrou níveis mais baixos em relação ao HLL- e NLL+ (p<O,05).Quanto as dosagens de GSH no 7º dia o grupo HLL+ apresentou níveis elevados em comparação aos demais grupos (p<O,05). Os resultados evidenciaram a influência negativa da dieta hiperlipídica nas concentrações séricas de glicemia, perfil lipídico, adiponectina e no fígado. Essas alterações metabólicas causaram ambiente de estresse oxidativo e diminuição da colagênese e atraso da reepitelização das úlceras cutâneas. Quanto à fototerapia, o grupo hiperlipídico irradiado acelerou a cicatrização de úlceras cutâneas por meio da modulação do estresse oxidativo em comparação ao grupo hiperlipídico não irradiado e aos grupos normolipídicos, sugerindo que efeitos benéficos similares podem ser encontrados em pacientes com alterações metabólicas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 14.03.2014
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LEITE, Saulo Nani; FRADE, Marco Andrey Cipriani. Fototerapia como estímulo à cicatrização de úlceras cutâneas em ratos frente ao estresse oxidativo experimental. 2014.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/82/82131/tde-05052014-112431/pt-br.php >.
    • APA

      Leite, S. N., & Frade, M. A. C. (2014). Fototerapia como estímulo à cicatrização de úlceras cutâneas em ratos frente ao estresse oxidativo experimental. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/82/82131/tde-05052014-112431/pt-br.php
    • NLM

      Leite SN, Frade MAC. Fototerapia como estímulo à cicatrização de úlceras cutâneas em ratos frente ao estresse oxidativo experimental [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/82/82131/tde-05052014-112431/pt-br.php
    • Vancouver

      Leite SN, Frade MAC. Fototerapia como estímulo à cicatrização de úlceras cutâneas em ratos frente ao estresse oxidativo experimental [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/82/82131/tde-05052014-112431/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020