Exportar registro bibliográfico

Física intuitiva: avaliação de desempenho em autistas de alto funcionamento (2013)

  • Authors:
  • Autor USP: POZZI, CRISTINA MARIA - IP
  • Unidade: IP
  • Sigla do Departamento: PSC
  • Subjects: AUTISMO; SÍNDROME DE ASPERGER; COGNIÇÃO
  • Keywords: Física Intuitiva; Intuitive physics; Sistematização; Systemizing
  • Language: Português
  • Abstract: Autismo é um transtorno do neurodesenvolvimento caracterizado por uma díade de sintomas que inclui anormalidades na comunicação, interação social e padrões restritos de comportamentos e interesses, numa idade precoce. Na ausência de um marcador biológico para o transtorno do espectro autista, são exploradas definições cognitivo-comportamentais que expliquem esse quadro. Um modelo cognitivo recente sugere a teoria da empatia-sistematização que explica as dificuldades sociais e de comunicação no autismo em virtude de um atraso e deficit na empatia e explica as aptidões em virtude de uma habilidade intacta ou superior em sistematização. O teste de física intuitiva é um instrumento utilizado para avaliar sistematização. O objetivo deste trabalho é analisar evidências de validade do teste em crianças brasileiras e verificar o desempenho de autistas de alto funcionamento neste teste e na bateria de provas de raciocínio. A análise da consistência interna do teste de física intuitiva revelou um coeficiente considerado insatisfatório. Entre os 330 participantes de escolas, observou-se diferença das pontuações estatisticamente significativa entre gêneros, com desempenho superior em meninos, assim como um incremento na pontuação conforme idade, série escolar e tipo de escola. Os participantes da escola particular apresentaram melhor desempenho. Já entre o grupo clínico (composto por 28 participantes com diagnóstico de autismo de alto funcionamento) e o grupo controle (composto por 28estudantes de escola particular), observou-se melhor desempenho deste último no teste de física intuitiva, assim como na prova de raciocínio mecânico da Bateria de Provas de Raciocínio. As propriedades psicométricas do teste indicam baixo índice de precisão. O desempenho entre os participantes de escolas modificou-se de acordo com o desenvolvimento, resultado que pode refletir não apenas o desenvolvimento cognitivo da criança, mas também sua experiência diária e aprendizado escolar. Por outro lado, os pacientes com autismo de alto funcionamento não obtiveram melhor desempenho no teste, em relação ao grupo controle
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 11.11.2013
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      POZZI, Cristina Maria; ASSUMPÇÃO JUNIOR, Francisco Baptista. Física intuitiva: avaliação de desempenho em autistas de alto funcionamento. 2013.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-31032014-144344/ >.
    • APA

      Pozzi, C. M., & Assumpção Junior, F. B. (2013). Física intuitiva: avaliação de desempenho em autistas de alto funcionamento. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-31032014-144344/
    • NLM

      Pozzi CM, Assumpção Junior FB. Física intuitiva: avaliação de desempenho em autistas de alto funcionamento [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-31032014-144344/
    • Vancouver

      Pozzi CM, Assumpção Junior FB. Física intuitiva: avaliação de desempenho em autistas de alto funcionamento [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-31032014-144344/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021