Exportar registro bibliográfico

Revisão taxonômica das aranhas neotropicais do gênero Ariadna Audouin, 1826 (Araneae, Segestriidae) (2013)

  • Authors:
  • Autor USP: GIROTI, ANDRÉ MARSOLA - IB
  • Unidade: IB
  • Sigla do Departamento: BIZ
  • Subjects: ZOOLOGIA (CLASSIFICAÇÃO); ARANHAS; ARANEAE; MORFOLOGIA ANIMAL
  • Keywords: Dysderoidea; Dysderoidea; Haplogynae; Haplogynae; Taxonomy
  • Language: Português
  • Abstract: O gênero Ariadna Audouin, 1826 compreende atualmente 99 das 119 espécies descritas taxonomicamente para Segestriidae. Distribui-se em todos os continentes (exceto a Antártida), sendo mais abundante em regiões tropicais e subtropicais. No presente estudo é apresentada uma revisão taxonômica de Ariadna na Região Neotropical, juntamente com um trabalho de maior detalhamento e descrição da morfologia corporal e das genitálias masculina e feminina das espécies, diagnosticando-as de forma mais clara. Após análise de aproximadamente 2200 exemplares tipos e não-tipos advindos de 24 coleções nacionais e internacionais, foram encontradas 30 espécies taxonomicamente válidas para a Região Neotropical, sendo 22 anteriormente descritas e 8 espécies novas: Ariadna sp. n. 1, Ariadna sp. n. 3, Ariadna sp. n. 4, Ariadna sp. n. 6, Ariadna sp. n. 7 e Ariadna sp. n. 8 descritas para o Brasil; Ariadna sp. n. 2 descrita para a América Central; e Ariadna sp. n. 5 descrita para o Chile. Sete espécies foram sinonimizadas: A. pragmática com A. bicolor, A. gracilis e A. conspersa com A. obscura, A. murphyi com A. tarsalis, A. pusilla com A. maxima, A. dúbia com A. boliviana, e A. spinifera com A. mollis. Duas espécies estão sob proposta de nomina dubia: A. solitária e A. tubicola. O alótipo de A. crassipalpa descrito por Camargo (1950) e o parátipo de A. levii descrito por Grismado (2008), foram identificados como A. mollis e A. máxima, respectivamente, sendo considerados identificações errôneas. Omacho de A. cephalotes e a fêmea de A. calilegua estão sendo descritos pela primeira vez. Vinte e cinco espécies foram alocadas em seis grupos: grupo bicolor, grupo arthuri, grupo mollis, grupo boliviana, grupo araucana e grupo sp. n. 6, com base em caracteres morfológicos compartilhados entre as espécies de cada grupo. Cinco espécies não foram alocadas devido a não compatibilidade destas com nenhum dos grupos supracitados: A. maxima, A. cephalotes, A. tovarensis, A. fidicina e A. abrilae. A hipótese de agrupamento apresentada neste estudo, reforçou o posicionamento de algumas espécies anteriormente feito por Beatty (1970)
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.10.2013
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GIROTI, André Marsola; BRESCOVIT, Antonio Domingos. Revisão taxonômica das aranhas neotropicais do gênero Ariadna Audouin, 1826 (Araneae, Segestriidae). 2013.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41133/tde-24032014-101512/ >.
    • APA

      Giroti, A. M., & Brescovit, A. D. (2013). Revisão taxonômica das aranhas neotropicais do gênero Ariadna Audouin, 1826 (Araneae, Segestriidae). Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41133/tde-24032014-101512/
    • NLM

      Giroti AM, Brescovit AD. Revisão taxonômica das aranhas neotropicais do gênero Ariadna Audouin, 1826 (Araneae, Segestriidae) [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41133/tde-24032014-101512/
    • Vancouver

      Giroti AM, Brescovit AD. Revisão taxonômica das aranhas neotropicais do gênero Ariadna Audouin, 1826 (Araneae, Segestriidae) [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41133/tde-24032014-101512/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021