Exportar registro bibliográfico

Caracterização fisiológica de plântulas de soja submetidas a diferentes tratamentos químicos (2014)

  • Authors:
  • Autor USP: LACERDA, MAÍRA PAES - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LPV
  • Subjects: SOJA (FISIOLOGIA;VIGOR); PLÂNTULAS; GERMINAÇÃO; CATALASE; ENZIMAS
  • Language: Português
  • Abstract: Com o objetivo de avaliar o desempenho de diferentes doses e produtos fitossanitários utilizados no tratamento de sementes de soja, foi efetuada a caracterização do efeito fisiológico na germinação e no desenvolvimento das plântulas por intermédio dos testes de germinação e de vigor (índice de velocidade de germinação, envelhecimento acelerado, comprimento e massa de matéria seca de plântula, teste de frio e análise computadorizada de imagem) em laboratório, além da determinação do teor de clorofila (por intermédio do valor SPAD), fotossíntese líquida, condutância estomática, transpiração, temperatura foliar, conteúdo de peróxido de hidrogênio, peroxidação de lipídios, atividade da catalase (enzima antioxidante), e teor de proteína e de nitrogênio total. Com base nos resultados obtidos observou-se que todos os tratamentos apresentaram desempenho satisfatório no que diz respeito à germinação. Não se observaram diferenças em termos de índice de velocidade de germinação, envelhecimento acelerado, comprimento e massa de matéria seca de raiz, índice de vigor e de crescimento (análise de imagem) e peroxidação de lipídeos. O tratamento com Fipronil + Piraclostrobina + Tiofanato Metílico apresentou tendência de melhor desempenho em termos de comprimento de parte aérea, enquanto o tratamento Controle apresentou tendência de melhor desempenho, mas não diferiu dos tratamentos: Fipronil + Piraclostrobina + Tiofanato Metílico, Fluxapiroxade e Piraclostrobina em termos de massa de matériaseca de parte aérea. Os tratamentos Fipronil e Fluxapiroxade apresentaram melhor desempenho que o Controle, em termos de relação massa de matéria seca de raiz e de parte aérea. O tratamento com Fipronil apresentou melhor tendência de desempenho pelo teste de frio e juntamente com Fipronil + Piraclostrobina + Tiofanato Metílico e Fluxapiroxade apresentou desempenho melhor que o Controle no de índice de uniformidade. A Piraclostrobina apresentou desempenho melhor que o Controle em termos de teor de clorofila, fotossíntese líquida e temperatura foliar, enquanto o tratamento com Fipronil foi melhor que o Controle e os demais tratamentos em termos de condutância estomática e transpiração. Os tratamentos com Fipronil e Piraclostrobina apresentaram desempenho melhor que o Controle, em termos de conteúdo de peróxido de hidrogênio e os tratamentos com Fipronil + Piraclostrobina + Tiofanato Metílico e Fluxapiroxade e Piraclostrobina apresentaram desempenho melhor que o Controle, em termos da atividade da catalase. O Fluxapiroxade (50 g por 100 kg de sementes) apresentou melhor desempenho, mas não diferiu do Controle e dos tratamentos com Fipronil, Fluxapiroxade (25 e 75 g por 100 kg de sementes) e Piraclostrobina em termos do teor de proteína e nitrogênio total. Com os resultados apresentados, conclui-se que não houve prejuízo ao vigor das plântulas quando realizado o tratamento de sementes. Além disso, pode-se concluir que esta constitui prática agronômica eficiente não só no quediz respeito ao controle de doenças e pragas, mas também apresenta benefícios no que diz respeito à fisiologia das plântulas de soja, sobretudo para tratamento realizado com estrobilurinas. Esses benefícios podem favorecer um melhor estabelecimento das plântulas no campo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.03.2014
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LACERDA, Maíra Paes; DOURADO NETO, Durval. Caracterização fisiológica de plântulas de soja submetidas a diferentes tratamentos químicos. 2014.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-20032014-164027/ >.
    • APA

      Lacerda, M. P., & Dourado Neto, D. (2014). Caracterização fisiológica de plântulas de soja submetidas a diferentes tratamentos químicos. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-20032014-164027/
    • NLM

      Lacerda MP, Dourado Neto D. Caracterização fisiológica de plântulas de soja submetidas a diferentes tratamentos químicos [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-20032014-164027/
    • Vancouver

      Lacerda MP, Dourado Neto D. Caracterização fisiológica de plântulas de soja submetidas a diferentes tratamentos químicos [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-20032014-164027/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021