Exportar registro bibliográfico

Estrutura populacional e história demográfica da tartaruga-verde (Chelonia mydas) no Atlântico Oeste (2013)

  • Authors:
  • Autor USP: JORDÃO, JULIANA COSTA - IB
  • Unidade: IB
  • Sigla do Departamento: BIO
  • Subjects: CHELONIA (EXTINÇÃO); TARTARUGA AQUÁTICA; GENÉTICA DE POPULAÇÕES; DNA MITOCONDRIAL; MANEJO ANIMAL (CONSERVAÇÃO)
  • Keywords: Estrutura genética populacional; Green turtle; História demográfica recente; Pupulation genetic strucuture; Recent demographic history; Tartaruga-verde
  • Language: Português
  • Abstract: As tartarugas marinhas são répteis de vida longa que realizam extensas migrações entre áreas de alimentação e desova, resultando em estágios sucessivos de mistura e isolamento de estoques genéticos, espacial e temporalmente. A tartaruga-verde (Chelonia mydas) está ameaçada de extinção, e é fundamental entender sua dinâmica populacional e distribuição para o manejo e conservação da espécie. O objetivo deste estudo foi analisar a diversidade genética, estrutura populacional, origens dos indivíduos e história demográfica de C. mydas em três locais do Oceano Atlântico (estado do Rio de Janeiro, Brasil - área de alimentação; Guadalupe e Guiana Francesa - áreas de desova), com base em sequências da região controle do DNA mitocondrial (mtDNA) e 10 loci de microssatélites. As análises de mtDNA demonstraram que a área amostrada no Brasil tem perfil genético semelhante às outras áreas de alimentação da costa brasileira. De maneira semelhante, o perfil genético das duas áreas de desova é bastante similar ao de outros sítios reprodutivos na região do Caribe. As análises de estoque misto revelaram que os indivíduos juvenis no Brasil são provenientes principalmente da Ilha Ascensão, Guiana Francesa e Guiné Bissau. Os microssatélites detectaram estrutura genética entre as três populações, apesar de haver um fluxo de migrantes entre elas, especialmente de indivíduos da Guiana Francesa em direção ao Brasil e Guadalupe. Guiana Francesa, Guadalupe e Brasil apresentaram declínio populacionalsevero, detectado pelos microssatélites. Apesar da distribuição global, as populações de tartarugas-verdes estão sujeitas a diferentes pressões nos habitats que ocupam, e é importante entender quais populações estão ameaçadas. Este estudo enfatiza a importância da conectividade entre áreas de alimentação e desova que podem estar amplamente distribuídas de acordo com oportunidades ou restrições ecológicas, adicionando informações a respeito da dispersão e a dinâmica de tartarugas-verdes que frequentam o Oceano Atlântico
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.10.2013
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      JORDÃO, Juliana Costa; TOLEDO, Lurdes Foresti de Almeida. Estrutura populacional e história demográfica da tartaruga-verde (Chelonia mydas) no Atlântico Oeste. 2013.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41131/tde-24032014-103353/ >.
    • APA

      Jordão, J. C., & Toledo, L. F. de A. (2013). Estrutura populacional e história demográfica da tartaruga-verde (Chelonia mydas) no Atlântico Oeste. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41131/tde-24032014-103353/
    • NLM

      Jordão JC, Toledo LF de A. Estrutura populacional e história demográfica da tartaruga-verde (Chelonia mydas) no Atlântico Oeste [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41131/tde-24032014-103353/
    • Vancouver

      Jordão JC, Toledo LF de A. Estrutura populacional e história demográfica da tartaruga-verde (Chelonia mydas) no Atlântico Oeste [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41131/tde-24032014-103353/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021