Exportar registro bibliográfico

Dimensionamento de pessoal de enfermagem do centro cirúrgico de um hospital do norte do Paraná (2013)

  • Authors:
  • USP affiliated author: TILLVITZ, LUCIANA REGINA - EERP
  • School: EERP
  • Sigla do Departamento: ERG
  • Subjects: ENFERMAGEM (RECURSOS HUMANOS); CENTRO CIRÚRGICO HOSPITALAR; ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS; EQUIPE DE ENFERMAGEM (DIMENSIONAMENTO); HOSPITAIS DE ENSINO
  • Keywords: Downsizing organizacional; Enfermagem; Hospital Surgical Center; Human resource management in hospitals; Nursing; Nursing staff; Organizational downsizing; Recursos humanos de enfermagem
  • Language: Português
  • Abstract: Assegurar um quadro de trabalhadores adequado aos objetivos e finalidades da instituição constitui um desafio permanente, na medida em que se tomam, por referência, processos assistenciais qualificados. A presente pesquisa teve o objetivo de analisar o quantitativo de trabalhadores de enfermagem do Centro Cirúrgico de um hospital de ensino de um município do norte do Paraná. Trata-se de um estudo de abordagem quantitativa, de corte transversal, descritivo tipo estudo de caso. A população foi constituída por sete enfermeiros, 16 técnicos e 24 auxiliares de enfermagem que atenderam aos critérios de inclusão. O período de coleta compreende o período de agosto de 2011 a julho de 2012 e as fontes de coleta de dados foram a Diretoria de Recursos Humanos, Serviço de Estatística e arquivo documental da unidade. Para caracterização sociodemográfica e profissional dos participantes e da instituição, foram realizadas entrevistas e utilizado questionário estruturado. Para o cálculo de pessoal de enfermagem do Centro Cirúrgico, utilizou-se o modelo de dimensionamento desenvolvido por Possari (2001), baseado na metodologia de Gaidzinski (1998). A coleta de dados foi realizada, identificando-se inicialmente o tempo cirúrgico intraoperatório, seguido pelas etapas propostas no método: classificação das cirurgias segundo o porte cirúrgico; identificação do tempo de espera na recepção do Centro Cirúrgico, do tempo de limpeza da sala de operação e do tempo médio de assistência de enfermagem; determinação do percentual de cada categoria profissional; identificação da jornada de trabalho e identificação das ausências previstas e não previstas da equipe de enfermagem. Foram realizadas 5797 cirurgias, sendo 2666 eletivas e 3131 de urgência/emergência, sendo que, em relação ao porte cirúrgico, o maior percentual de cirurgias foi de porte I, com 43,4% (2518),seguida pelas de porte II, com 38,3% (2219), de porte III, com 12,2% (705), e de porte IV, com 7,2% (415). A quantificação do tempo médio de intraoperatório para as cirurgias eletivas apontou um tempo de 75,5 minutos para as cirurgias de porte I; 175,2 minutos, para as cirurgias de porte II; 293,2 minutos, para as cirurgias de porte III, e de 459,3 minutos, para as cirurgias de porte IV. A média geral de intraoperatório das cirurgias eletivas foi de 176,4 minutos. Para as cirurgias de urgência/emergência, o tempo médio de intraoperatório para o porte I foi de 83 minutos, para o porte II, de 170,2 minutos; para o porte III, de 290,7 minutos, e para as de porte IV, 469,6 minutos. A média geral de intraoperatório obtida para as cirurgias de urgência/emergência foi de 154,6 minutos. No período de estudo, a clínica que mais realizou cirurgias eletivas foi a Ortopedia, com 453 (17,0%) cirurgias, e, em relação às cirurgias de urgência/emergência, o Pronto Socorro Cirúrgico foi a clínica com maior volume cirúrgico, 810 (25,9%). O tempo médio total de assistência para as cirurgias eletivas foi de 5,9 horas, sendo 2,5 horas para o porte I; 5,8 horas para as de porte II, 9,8 horas para as de porte III e 16,7 horas para as de porte IV. Para as cirurgias de urgência/emergência, o tempo médio de assistência de enfermagem, segundo o porte cirúrgico, foi de 5,2 horas, sendo 2,8 horas para o porte I; 5,7 horas para o porte II; 9,7 horas para o porte III, e 15,7 horas para o porte IV. Utilizando as equações propostas por Possari (2001), projetou-se o quadro total de funcionários da equipe de enfermagem para o período intraoperatório, que foi composto por 42 profissionais, assim distribuídos: 6 enfermeiros e 36 auxiliares/técnicos de enfermagem. Esse resultado indicou um equilíbrio entre o quadro de pessoal existente e o projetado pelo modelo utilizado.Recomenda-se, entretanto, que cada instituição e cada unidade de Centro Cirúrgico realize sua investigação de modo a obter um quantitativo de profissionais compatível com as demandas e na perspectiva da realidade institucional
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 09.12.2013
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      TILLVITZ, Luciana Regina; LAUS, Ana Maria. Dimensionamento de pessoal de enfermagem do centro cirúrgico de um hospital do norte do Paraná. 2013.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2013. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-22012014-113329/ >.
    • APA

      Tillvitz, L. R., & Laus, A. M. (2013). Dimensionamento de pessoal de enfermagem do centro cirúrgico de um hospital do norte do Paraná. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-22012014-113329/
    • NLM

      Tillvitz LR, Laus AM. Dimensionamento de pessoal de enfermagem do centro cirúrgico de um hospital do norte do Paraná [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-22012014-113329/
    • Vancouver

      Tillvitz LR, Laus AM. Dimensionamento de pessoal de enfermagem do centro cirúrgico de um hospital do norte do Paraná [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-22012014-113329/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2022