Exportar registro bibliográfico

A baixa fertilidade de vacas Holandesas (B. taurus) repetidoras de serviço durante o estresse térmico está relacionada à sua baixa competência oocitária (2012)

  • Authors:
  • Autor USP: FERREIRA, ROBERTA MACHADO - FMVZ
  • Unidade: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VRA
  • Subjects: FERTILIDADE (VETERINÁRIA); GADO HOLANDÊS (REPRODUÇÃO); REPRODUÇÃO APLICADA ANIMAL
  • Keywords: DNA mitocondrial; Estresse térmico; Fertilidade; Fertility; Heat stress; Mitochondrial DNA; Oocyte quality; Qualidade oocitária; Repeat breeder; Repetidoras de serviço
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo desse estudo foi avaliar se a baixa fertilidade de vacas Holandesas repetidoras de serviço [RS; comparativamente a novilhas (NOV) e vacas próximas ao pico de lactação (PL)] está associada com comprometimento da qualidade oocitária e se esta condição é agravada pelo estresse térmico. Fêmeas das três categorias foram tratadas com o mesmo protocolo de sincronização da emergência de onda folicular. Cinco dias após o início do protocolo, a ovum pick-up (OPU) foi realizada e foram avaliados (Capítulo; Cap. 1) o número de folículos ovarianos, de oócitos totais e viáveis, temperatura retal (TR), temperatura de superfície cutânea (TC) e frequência respiratória (FR). Os oócitos viáveis foram utilizados para a produção in vitro de embriões (Cap. 2) e avaliações biomoleculares (Cap. 3). No Cap. 2, foram avaliados o desenvolvimento embrionário (taxa de clivagem, de blastocisto e de eclosão) e a qualidade dos embriões produzidos (número de células e frequência de núcleos fragmentados). No Cap. 3, realizou-se a extração de RNA e DNA de parte dos oócitos coletados para a quantificação relativa e absoluta de DNA mitocondrial (mtDNA) e a avaliação da expressão de genes relacionados à replicação/transcrição do mtDNA (PPARGC1A, NRF1, POLG, POLG2, TFAM e MT-CO1), à apoptose (BAX, BCL2 e ITM2B) e ao estresse térmico (HSP90AA1 e HSPA1AB). No Cap. 4, a taxa de concepção após IATF foi avaliada em ambas as estações do ano e nas três categorias quando o mesmo protocolo de sincronização paraIATF e a mesma partida de sêmen foram utilizados. No Cap. 1, vacas RS e PL aumentaram sua FR e TR no verão em relação ao inverno (P<0,0001), enquanto as NOV mantiveram essas variáveis constantes em ambas as estações. Nas três categorias houve aumento (P<0,0001) da TC no verão, mas esta sempre foi superior (P<0,001) em vacas RS e PL do que nas NOV, independente da estação. O número de folículos e de oócitos totais e viáveis declinou nas RS e PL durante o verão, mantendo-se semelhante em NOV em ambas as estações. No Cap. 2, a taxa de clivagem foi semelhante entre categorias e estações. Já a taxa de blastocisto foi reduzida no verão nas três categorias, sendo essa queda mais acentuada nas RS. A taxa de eclosão e o número de células dos blastocistos foram menores no verão (independente de categoria). Menor número de células foi observado em embriões de RS e PL (independente da estação). Além disso, a porcentagem de núcleos fragmentados foi maior nos blastocistos das RS no verão. No Cap. 3, a expressão de ITM2B e BAX foi maior em RS durante o verão. Ainda, detectaram-se indícios da ativação de mecanismos pró-apoptóticos nos oócitos de RS (maior relação BAX/BCL-2) comparadas a PL e de mecanismos compensatórios da deficiência da função mitocondrial (menor conteúdo de mtDNA e maior expressão de PPARGCC1, NRF1, TFAM, POLG e POLG2) nas RS durante o verão em relação as demais categorias. No Cap. 4, menor taxa de concepção foi observada em RS e durante o verão. Os resultados geram evidências de que o baixo desempenho reprodutivo de vacas RS durante o verão deva estar relacionado ao comprometimento da qualidade de seus oócitos, demonstrado pelo seu reduzido conteúdo de mtDNA e elevada expressão de genes relacionados a replicação/transcrição do mtDNA, apoptose e síntese de chaperonas, culminado em baixa taxa de blastocisto e alta fragmentação nuclear destes
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.06.2012
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FERREIRA, Roberta Machado; BARUSELLI, Pietro Sampaio. A baixa fertilidade de vacas Holandesas (B. taurus) repetidoras de serviço durante o estresse térmico está relacionada à sua baixa competência oocitária. 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10131/tde-14112013-104536/ >.
    • APA

      Ferreira, R. M., & Baruselli, P. S. (2012). A baixa fertilidade de vacas Holandesas (B. taurus) repetidoras de serviço durante o estresse térmico está relacionada à sua baixa competência oocitária. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10131/tde-14112013-104536/
    • NLM

      Ferreira RM, Baruselli PS. A baixa fertilidade de vacas Holandesas (B. taurus) repetidoras de serviço durante o estresse térmico está relacionada à sua baixa competência oocitária [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10131/tde-14112013-104536/
    • Vancouver

      Ferreira RM, Baruselli PS. A baixa fertilidade de vacas Holandesas (B. taurus) repetidoras de serviço durante o estresse térmico está relacionada à sua baixa competência oocitária [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10131/tde-14112013-104536/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021