Exportar registro bibliográfico

A Socine e a produção do conhecimento em cinema brasileiro: de 1996 a 2012 (2013)

  • Authors:
  • Autor USP: SILVA, SUELY DOS SANTOS - FE
  • Unidade: FE
  • Sigla do Departamento: EDA
  • Subjects: SOCIEDADE; CULTURA; CINEMA
  • Keywords: Brazilians cinema; cinema brasileiro; cinema studies; cultura; cultures; estudos de cinema; knowledge production; produção do conhecimento; Socine; Socine
  • Language: Português
  • Abstract: A presente tese tem por objetivo analisar a produção do conhecimento sobre os estudos de cinema realizados pelos pesquisadores vinculados à Sociedade Brasileira de Estudos de Cinema e Audiovisual (Socine). Procuramos compreender o contexto da criação da entidade, em 1996, destinada a realizar pesquisas sobre cinema e audiovisual e como foi possível o crescimento e a consolidação, até 2012, quando completou dezesseis anos de atuação. Visamos a mapear a produção do conhecimento sobre cinema nesse período, de maneira a elencar pesquisadores e temas pesquisados. Nesse escopo, relacionamos o início das atividades da Socine com o crescimento da produção, da divulgação e da exibição de filmes no país. Percebemos que os efeitos quantitativos e qualitativos do reinício da produção fílmica decorreram, entre outros fatores, da aprovação de leis de incentivo à cultura que passaram a vigorar no início dos anos de 1990 e, sobretudo, do espírito de redemocratização da política e da cultura no país, favorável à produção de bens simbólicos. Uma vez que a Socine propunha-se, desde sua criação, a romper com formas arcaicas de fazer pesquisa em cinema, possibilitou a formação de mais pesquisadores na área, contribuindo para a produção e divulgação das pesquisas sobre cinema. Inovaram, assim, tanto em aspectos científicos quanto político-intelectuais. Para analisar as contribuições da Socine para a produção fílmica nacional, fundamentamos teoricamente nossa investigação na noção de campo e na análise relacional. Esses conceitos nos foram caros uma vez que, ao reunir um expressivo número de pesquisadores, a Socine configurou-se como agente coletivo que visava a analisar o cinema quanto à sua representatividade cultural e simbólica para o país. As condições da ação e as formas de articulação dos pesquisadores de cinema na Socine ajudaram, desse modo, a compor os campos científico e cinematográfico naforma de gestão que adota, de maneira a permitir avaliar a sociedade com relação ao que ela promove. Recorremos, em nossa análise, a entrevistas narrativas de alguns membros do Conselho Editorial organizadores dos livros, publicações e documentos. Constatamos, no material produzido pela Socine, uma relação entre o aumento da produção, distribuição e exibição de películas brasileiras desde 1995 e a postura propositiva da Socine ao delimitar interesse sistematizado pela temática, com aumento do número de pesquisadores dispostos a pesquisar, debater e publicar sobre a temática. Como consequência, em mais de uma década e meia de existência, a sociedade manteve: encontros anuais, publicação de artigos, resenhas, ensaios, livros e revista debatendo os vários aspectos que envolvem o cinema no Brasil. Além disso, promoveu a exposição, análise e emprego de categorias que tomamos como base para nossas análises desse que constitui um rico e diversificado conjunto de materiais. Ao nos determos à análise de estudos sobre a composição e representação do povo brasileiro, amparamo-nos na perspectiva que entende os discursos como produtores e comunicadores de significados de mundo. Esses significados, por sua vez, formam representações sobre a vida, o futuro, o ser social, a política e o poder e, sobretudo, a pessoa humana que nos deram condições de ter uma melhor percepção a respeito do modo singular com que ela aborda a realidade. Deste modo, concluímos que o filme pode ser um fundamental meio que homens e mulheres encontram para expressar-se, e que olhar para essas produções de maneira mais efetiva só se fez possível a partir dos estudos de cinema realizados na Socine, uma vez que apresentam uma visão de conjunto dessa produção
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 06.12.2013
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA, Suely dos Santos; CATANI, Afrânio Mendes. A Socine e a produção do conhecimento em cinema brasileiro: de 1996 a 2012. 2013.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-13022014-114441/ >.
    • APA

      Silva, S. dos S., & Catani, A. M. (2013). A Socine e a produção do conhecimento em cinema brasileiro: de 1996 a 2012. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-13022014-114441/
    • NLM

      Silva S dos S, Catani AM. A Socine e a produção do conhecimento em cinema brasileiro: de 1996 a 2012 [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-13022014-114441/
    • Vancouver

      Silva S dos S, Catani AM. A Socine e a produção do conhecimento em cinema brasileiro: de 1996 a 2012 [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-13022014-114441/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021