Exportar registro bibliográfico

Conservação de mamíferos de médio-grande porte em paisagem agrícola: estrutura de assembleias, ecologia trófica e diversidade funcional (2013)

  • Authors:
  • Autor USP: MAGIOLI, MARCELO - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LCF
  • Subjects: ECOSSISTEMAS AGRÍCOLAS; ISÓTOPOS ESTÁVEIS; MAMÍFEROS (CONSERVAÇÃO); ANÁLISE DE DADOS
  • Language: Português
  • Abstract: A escassez de trabalhos acerca dos impactos causados por mosaicos agrícolas sobre a biodiversidade dificulta a criação de estratégias de conservação, havendo necessidade de informações acerca da ecologia e comportamento de espécies da fauna. Nesse contexto o presente estudo objetivou: 1) determinar a composição e estrutura de assembleias de mamíferos de médio e grande em uma paisagem agrícola de Mata Atlântica; 2) avaliar o padrão de alimentação da onça-parda (Puma concolor) por meio da análise de isótopos estáveis (SIA) em dois mosaicos agrícolas; 3) analisar por meio da diversidade funcional (FD) assembleias de mamíferos em remanescentes florestais distribuídos nas principais regiões biogeográficas da Mata Atlântica, e identificar limiares ecológicos para a conservação. Para o inventário, foram selecionados oito remanescentes florestais na Região Metropolitana de Campinas (RMC), São Paulo. Os dados foram coletados por busca ativa (visualizações e vestígios), resultando no registro de 34 espécies de mamíferos, sendo 27 de médio e grande porte, quatro de pequeno porte, e três exóticas. Sete espécies se encontram ameaçadas de extinção, com registros inéditos de Myrmecophaga tridactyla e Lycalopex gymnocercus. A riqueza e a composição de espécies registradas apontaram a RMC como importante para a conservação da mastofauna. Foram analisados isotopicamente (carbono e nitrogênio) pelos de onças-pardas, obtidos a partir de amostras fecais coletadas por busca ativa em remanescentesflorestais inseridos em paisagens agrícolas no interior do estado de São Paulo. Houve maior consumo de presas C3 (~47% dos indivíduos) na área com maior proporção de vegetação nativa, e maior consumo de presas C4 (~40% dos indivíduos) para a área onde é predominante a matriz agrícola. Foi constatado o consumo de presas com dieta baseada em itens alimentares dos remanescentes e da matriz agrícola, sugerindo alta plasticidade comportamental das onças-pardas e de suas presas ocupando áreas fortemente impactadas pelo homem. A ferramenta isotópica apresentou informações pioneiras sobre ecologia trófica, podendo contribuir na elaboração estratégias de conservação em áreas antropizadas. Para a análise da FD e identificação dos limiares foi utilizado um banco de dados composto por 49 assembleias de mamíferos, criado a partir de dados primários e secundários de inventários, sendo selecionadas 38 características das espécies para o cálculo. A existência de limiares foi verificada utilizando a função "segmented", disponível no programa R. A FD apresentou-se diferente para assembleias com o mesma riqueza de espécies, indicando que filtros ambientais podem influenciar nos valores. O incremento gradual na FD devido ao aumento da área dos remanescentes mostrou uma relação positiva, possivelmente ligada a maior complexidade e heterogeneidade de áreas maiores. Foram identificados dois limiares (52 e 1244 ha), criando três situações funcionalmente distintas, tanto críticas quanto maisestáveis, permitindo definir e propor formas de ação específicas. Assembleias presentes entre os limiares apresentaram incremento funcional significativo entre FD e o aumento da área dos remanescentes, e ações visando à restauração e melhorias na configuração da paisagem devem ser incentivadas. Conclui-se, portanto, que tanto a SIA quanto a FD, podem ser consideradas importantes ferramentas para delinear estratégias e ações em prol da conservação da mastofauna
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.12.2013
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MAGIOLI, Marcelo; FERRAZ, Katia Maria Paschoaletto Micchi de Barros. Conservação de mamíferos de médio-grande porte em paisagem agrícola: estrutura de assembleias, ecologia trófica e diversidade funcional. 2013.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2013. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11150/tde-17122013-114429/ >.
    • APA

      Magioli, M., & Ferraz, K. M. P. M. de B. (2013). Conservação de mamíferos de médio-grande porte em paisagem agrícola: estrutura de assembleias, ecologia trófica e diversidade funcional. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11150/tde-17122013-114429/
    • NLM

      Magioli M, Ferraz KMPM de B. Conservação de mamíferos de médio-grande porte em paisagem agrícola: estrutura de assembleias, ecologia trófica e diversidade funcional [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11150/tde-17122013-114429/
    • Vancouver

      Magioli M, Ferraz KMPM de B. Conservação de mamíferos de médio-grande porte em paisagem agrícola: estrutura de assembleias, ecologia trófica e diversidade funcional [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11150/tde-17122013-114429/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021