Exportar registro bibliográfico

Influência da imunização inicial com a vacina codificando epítopos para linfócitos T CD4 + do HIV na resposta imune direcionada a proteína env (2013)

  • Authors:
  • Autor USP: APOSTOLICO, JULIANA DE SOUZA - FM
  • Unidade: FM
  • Sigla do Departamento: MCM
  • Subjects: HIV (IMUNOLOGIA); GLICOPROTEÍNAS; SÍNDROME DE IMUNODEFICIÊNCIA ADQUIRIDA; CAMUNDONGOS; LINFÓCITOS
  • Keywords: Acquired immunodeficiency syndrome; Adjuvantes imunológicos; Adjuvants immunologic; Aids vacine; B-lymphocytes; Camundongos endogâmicos Balb C; Epitopes, T-lymphocyte; Epitopos de linfócito T; Glicoproteínas; Glycoproteins; HIV/immunology; HIV/imunologia; Linfócitos B; Mice, inbread Balb C; Síndrome de imunodeficiência adquirida; Vacinas contra a aids
  • Language: Português
  • Abstract: A epidemia causada pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV) é a mais importante das ultimas décadas. A despeito dos avanços no conhecimento da patogenia do vírus e da resposta imune à infecção, até o momento não existe uma vacina eficaz contra a aquisição do HIV. Diversas linhas de evidência indicam que anticorpos neutralizantes ou ligadores, linfócitos T CD4+ e T CD8+ desempenham um papel importante na imunidade contra o HIV. Os anticorpos que são capazes de neutralizar o HIV são direcionados principalmente à glicoproteína do envelope do vírus (env), mas os candidatos vacinais baseados na proteína de envelope gp120 monomérica testados até hoje falharam em induzir proteção nos ensaios de eficácia. Avanços no entendimento da estrutura e função da glicoproteína env tem facilitado o desenvolvimento de uma nova geração de imunógenos baseada em trímeros mais estáveis e solúveis da glicoproteína gp140. Em uma formulação vacinal além da escolha do antígeno, os adjuvantes desempenham um papel fundamental. Os adjuvantes são conhecidos por aumentar a imunogenicidade das vacinas, e nos últimos anos vários compostos, incluindo agonistas de receptores do tipo Toll (TLR) e NOD (NLR) têm demonstrado eficácia em ensaios clínicos. Em estudos prévios, nosso grupo demonstrou que a imunização de camundongos com uma vacina de DNA codificando 18 epítopos para linfócitos T CD4+ do HIV-1 (HIVBr18), foi capaz de induzir resposta específica e ampla de linfócitos T CD4+ e T CD8+.Devido ao importante papel do efeito auxiliar de linfócitos T CD4+ na resposta humoral nas imunizações assistidas por diversos adjuvantes, o objetivo central do trabalho foi verificar se a imunização inicial com a vacina de DNA HIVBr18 seria capaz de aumentar a magnitude/qualidade de resposta imune humoral e celular induzida pelo trímero de gp140 na presença de diferentes adjuvantes. Para tal, camundongos BALB/c foram imunizados inicialmente com a vacina HIVBr18 ou com o vetor vazio e posteriormente com a proteína gp140 na presença dos adjuvantes: completo de Freund (ACF), poly IC, CpG ODN 1826, Monofosforil lipídeo A (MPL), Muramildipeptídeo (MDP), Imiquimod (R837), e Resiquimod (R848). Observamos que a imunização inicial com HIVBr18 foi capaz de fornecer um auxílio cognato para a proliferação específica de linfócitos T CD4+ e T CD8+ e também para a produção da citocina IFNy. A análise da xx resposta humoral mostrou que a imunização inicial com a vacina HIVBr18, foi capaz de influenciar a produção das subclasses de imunoglobulinas, independente do adjuvante testado. No presente trabalho, também analisamos a influência dos adjuvantes na imunogenicidade da gp140. Os animais que receberam os adjuvantes MPL, poly IC e CpG ODN 1826 apresentaram títulos de anticorpos estatisticamente superiores quando comparados aos animais que receberam os adjuvantes Alum, MDP, R837 e R848.Observamos que os animais imunizados com a gp140 na presença dos diferentes adjuvantes desenvolveram células B do centro germinativo e células TCD4+ auxiliar foliculares. Estes resultados nos permitem concluir que a imunização inicial com HIVBr18 é capaz de alterar a qualidade da resposta humoral e celular gp140- específica. Assim, essa formulação poderia ser utilizada para auxiliar e/ou direcionar a resposta imune induzida por outros imunógenos como por exemplo o trímero de gp140. Podemos concluir também que diferentes formulações de adjuvantes que se encontram em ensaios clínicos como poly IC, CpG ODN e MPL podem ser capazes de induzir um resposta imune humoral e celular tão ou mais potente que aquela induzida pelo ACF
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 11.11.2013
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      APOSTOLICO, Juliana de Souza; ROSA, Daniela Santoro. Influência da imunização inicial com a vacina codificando epítopos para linfócitos T CD4 + do HIV na resposta imune direcionada a proteína env. 2013.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5146/tde-04122013-162031/ >.
    • APA

      Apostolico, J. de S., & Rosa, D. S. (2013). Influência da imunização inicial com a vacina codificando epítopos para linfócitos T CD4 + do HIV na resposta imune direcionada a proteína env. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5146/tde-04122013-162031/
    • NLM

      Apostolico J de S, Rosa DS. Influência da imunização inicial com a vacina codificando epítopos para linfócitos T CD4 + do HIV na resposta imune direcionada a proteína env [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5146/tde-04122013-162031/
    • Vancouver

      Apostolico J de S, Rosa DS. Influência da imunização inicial com a vacina codificando epítopos para linfócitos T CD4 + do HIV na resposta imune direcionada a proteína env [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5146/tde-04122013-162031/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021