Exportar registro bibliográfico

As falácias no debate político eleitoral: uma visão Pragmadialética (2013)

  • Authors:
  • Autor USP: SILVA, CLEIDE LUCIA DA CUNHA RIZERIO E - FFLCH
  • Unidade: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLC
  • Subjects: ARGUMENTAÇÃO; DEBATE; POLÍTICA; CAMPANHA ELEITORAL
  • Keywords: Falácias; Fallacies; Pragma-dialectics; Pragmadialética
  • Language: Português
  • Abstract: Neste estudo, temos por proposta observar o debate político eleitoral, de modo a caracterizá-lo como um evento polêmico em que as opiniões não configuram o objeto principal do discurso dos interlocutores. Acreditamos que os participantes de tal gênero discursivo utilizam manobras argumentativas, que constituem falácias, como uma estratégia; entretanto, tal prática pode acarretar consequências ou efeitos diferentes daquelas tradicionalmente decorrentes de tal manobra. Como fundamentação teórica, aplicamos os conceitos da Teoria Pragmadialética da Argumentação (van Eemeren e Grootendorst: 1984, 1992, 2004), de certa forma conectada à Dialética, mas que apresenta diferenças importantes, principalmente por meio da dicotomia entre os termos Formal e Pragma (derivada de Pragmática). Os elementos pragmáticos que esse termo pressupõe referem-se à Teoria dos Atos de Fala e à Análise do discurso, inspiradas pelas descobertas dos filósofos que analisam a linguagem do cotidiano. Tratamos do emprego da falácia como uma espécie de inobservância às Regras de Discussão Crítica - regras que fazem referência a um comportamento, ou ação, pelo qual os interlocutores são responsáveis. Cada tipo de falácia pode ocorrer em um determinado estágio de discussão crítica, a qual corresponde a um modelo que apresenta estágios distintos, analiticamente, no processo de solucionar uma discussão, e cada violação às regras da discussão crítica pode tornar a resolução da diferença de opinião mais difícil oumesmo impossível, configurando-se uma falácia. Tais violações são realizadas por meio de atos de fala dos tipos assertivo, comissivo, diretivo, declarativo ou declarativo de uso. A metodologia a ser utilizada constitui-se da observação das unidades de análise (os turnos de fala dos participantes), de modo a classificar a ocorrência das falácias. O corpus selecionado refere-se a debates políticos eleitorais exibidos pela mídia televisiva, no ano de 2008, referentes às eleições à prefeitura da cidade São Paulo-SP
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.06.2013
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA, Cleide Lucia da Cunha Rizerio e; AQUINO, Zilda Gaspar Oliveira de. As falácias no debate político eleitoral: uma visão Pragmadialética. 2013.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-25092013-110412/ >.
    • APA

      Silva, C. L. da C. R. e, & Aquino, Z. G. O. de. (2013). As falácias no debate político eleitoral: uma visão Pragmadialética. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-25092013-110412/
    • NLM

      Silva CL da CR e, Aquino ZGO de. As falácias no debate político eleitoral: uma visão Pragmadialética [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-25092013-110412/
    • Vancouver

      Silva CL da CR e, Aquino ZGO de. As falácias no debate político eleitoral: uma visão Pragmadialética [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-25092013-110412/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021