Exportar registro bibliográfico

Taxonomia e ocorrência das espécies do gênero bromelícola Elpidium (Crustacea: Ostracoda) em áreas de mata atlântica no estado de Santa Catarina, Brasil (2013)

  • Authors:
  • Autor USP: PEREIRA, ELISE VARGAS - IB
  • Unidade: IB
  • Sigla do Departamento: BIZ
  • Subjects: ZOOLOGIA (CLASSIFICAÇÃO); CRUSTACEA; OSTRACODA
  • Language: Português
  • Abstract: Trabalhos recentes realizados no Brasil apresentaram pelo menos 5 espécies do gênero Elpidium, ostrácode de fitotelmata de bromélia, embora o trabalho de revisão desse gênero propusesse apenas a espécie tipo, E. bromeliarum, com registros do Rio Grande do Sul ao Espírito Santo. No presente trabalho, foram descobertas novas espécies de Elpidium, em amostras coletadas em 2009, em um transecto sul-norte no estado de Santa Catarina, incluindo regiões próximas à localidade tipo de E. bromeliarum. Os animais foram coletados com pipeta e conservados em álcool 70%; as valvas, fotografadas ao microscópio eletrônico de varredura e armazenadas em lâminas micropaleontológicas; os apêndices corporais, dissecados sob estereomicroscópio e transferidos para meio CMC-9AF. Ilustrações dos apêndices das espécies foram realizadas sob câmara clara, sendo que as características diferenciais para cada uma se localizaram no apêndice sexual masculino. Os 4.116 espécimes inventariados, foram contados por sexo, idade e espécie. Mensurações do comprimento, largura e altura das carapaças de 235 espécimes foram realizadas, resultando em 705 medidas. Foram encontradas três espécies de Elpidium: E. bromeliarum e mais duas espécies novas (E. fritzmulleri e E. coimbrai). Diferenças visualizadas nas abas terminais dos apêndices sexuais e tamanhos de carapaças para alguns espécimes de E. bromeliarum foram consideradas como variações intraespecíficas. Um indivíduo que na verdade pertence a E. fritzmulleri sp. (continua)(continuação) n., encontrada em Araranguá, Laguna e Botuverá, havia sido registrado como E. bromeliarum, em Torres, Rio Grande do Sul, em um trabalho anterior. A segunda espécie nova foi encontrada em Içara e Imbituba. Foi elaborada uma chave dicotômica de identificação para as espécies formalmente descritas e nomeadas de Elpidium. As mensurações das carapaças das espécies novas revelaram diferentes tamanhos preferenciais entre as espécies, classificados como grande, médio e pequeno, variando entre 50 a 120 μm. As variáveis ambientais não interferiram de forma determinante na ocorrência das espécies encontradas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.08.2013
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PEREIRA, Elise Vargas; ROCHA, Carlos Eduardo Falavigna da. Taxonomia e ocorrência das espécies do gênero bromelícola Elpidium (Crustacea: Ostracoda) em áreas de mata atlântica no estado de Santa Catarina, Brasil. 2013.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41133/tde-22102013-154642/ >.
    • APA

      Pereira, E. V., & Rocha, C. E. F. da. (2013). Taxonomia e ocorrência das espécies do gênero bromelícola Elpidium (Crustacea: Ostracoda) em áreas de mata atlântica no estado de Santa Catarina, Brasil. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41133/tde-22102013-154642/
    • NLM

      Pereira EV, Rocha CEF da. Taxonomia e ocorrência das espécies do gênero bromelícola Elpidium (Crustacea: Ostracoda) em áreas de mata atlântica no estado de Santa Catarina, Brasil [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41133/tde-22102013-154642/
    • Vancouver

      Pereira EV, Rocha CEF da. Taxonomia e ocorrência das espécies do gênero bromelícola Elpidium (Crustacea: Ostracoda) em áreas de mata atlântica no estado de Santa Catarina, Brasil [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41133/tde-22102013-154642/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021