Exportar registro bibliográfico

Uso de informações de parentesco e modelos mistos para avaliação e seleção de genótipos de cana-de-açúcar (2013)

  • Authors:
  • Autor USP: FREITAS, EDJANE GONÇALVES DE - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LGN
  • Subjects: GENÓTIPOS; MODELOS MATEMÁTICOS; CANA-DE-AÇÚCAR
  • Language: Português
  • Abstract: Nos programas de melhoramento de cana-de-açúcar todos os anos são instalados experimentos com o objetivo de avaliar genótipos que podem eventualmente ser recomendados para o plantio, ou mesmo como genitores. Este objetivo é atingido com o emprego de experimentos em diferentes locais, durante diferentes colheitas. Além disso, frequentemente há grande desbalanceamento, pois nem todos os genótipos são avaliados em todos os experimentos. O emprego de abordagens tradicionais como análise de variância conjunta (ANAVA) é inviável devido à condição de desbalanceamento e ao fato de as pressuposições não modelarem adequadamente o relacionamento entre as observações. O emprego de modelos misto utilizando a metodologia REML/BLUP é uma alternativa para análise desses experimentos em cana-deaçúcar, permitindo também incorporar a informação de parentesco entre os indivíduos. Nesse contexto, foram analisados 44 experimentos (locais) de cana-de-açúcar do programa de melhoramento da cana-de-açúcar do Instituto Agronômico de Campinas (IAC), com 74 genótipos (clones e variedades) e com até 5 colheitas. O delineamento foi o de blocos ao acaso com 2 a 6 repetições. O caráter analisado foi TPH (Tonelada de pol por hectare). Foram testados 40 modelos, os 20 primeiros foram avaliadas diferentes estrutura de VCOV para locais e colheitas, e os 20 seguintes, além das matrizes de VCOV, foi incorporada a matriz de parentesco genético, A. De acordo com AIC, verificou-se que o Modelo 11, o qual assume asmatrizes FA1, AR1 e ID, para locais, colheitas e genótipos, respectivamente, foi o melhor, e portanto, o mais eficiente para seleção de genótipos superiores. Quando comparado ao modelo tradicional (médias dos experimentos), houve mudanças no ranqueamento dos genótipos. Há correlação entre o modelo tradicional e o Modelo 11 (_ = 0, 63, p-valor < 0, 001). A opção de utilizar modelo misto sem ajustar as matrizes de VCOV (Modelo 1) é relativamente melhor do que usar o Modelo Tradicional. Isto foi evidenciado pela correlação mais alta entre os modelos 1 e 11 (_ = 0, 87 com p-valor < 0, 001). Acredita-se que o emprego do Modelo 11 junto com experiência do melhorista poderá aumentar a eficiência de seleção em programas de melhoramento de cana-de-açúcar
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.08.2013
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FREITAS, Edjane Gonçalves de; GARCIA, Antonio Augusto Franco. Uso de informações de parentesco e modelos mistos para avaliação e seleção de genótipos de cana-de-açúcar. 2013.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2013. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11137/tde-30102013-112348/ >.
    • APA

      Freitas, E. G. de, & Garcia, A. A. F. (2013). Uso de informações de parentesco e modelos mistos para avaliação e seleção de genótipos de cana-de-açúcar. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11137/tde-30102013-112348/
    • NLM

      Freitas EG de, Garcia AAF. Uso de informações de parentesco e modelos mistos para avaliação e seleção de genótipos de cana-de-açúcar [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11137/tde-30102013-112348/
    • Vancouver

      Freitas EG de, Garcia AAF. Uso de informações de parentesco e modelos mistos para avaliação e seleção de genótipos de cana-de-açúcar [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11137/tde-30102013-112348/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021