Exportar registro bibliográfico

Nanowires de InP: cálculo do espectro de absorção via método k.p (2013)

  • Authors:
  • Autor USP: CAMPOS, TIAGO DE - IFSC
  • Unidade: IFSC
  • Sigla do Departamento: FFI
  • Subjects: NANOTECNOLOGIA; SEMICONDUTORES (FÍSICO-QUÍMICA)
  • Keywords: k.p method; Absorção; Absorption; GPU; InP nanowires; Método k.p; Nanofios de InP
  • Language: Português
  • Abstract: Nos últimos anos, os avanços nas técnicas de crescimento de semicondutores permitiram a fabricação de nanoestruturas isoladas de alta qualidade e com confinamento radial. Essas estruturas quase unidimensionais, conhecidas como nanowires (NWs) têm aplicações tecnológicas vastas, tais como nano sensores químicos e biológicos, foto-detectores e lasers. Seu uso em aplicações tecnológicas requer a compreensão de características óticas e eletrônicas e um estudo teórico mais profundo se faz necessário. O objetivo desse estudo e calcular teoricamente o poder de absorção para NWs de InP e comparar os resultados para as fases cristalinas zincblende (ZB) e wurtzita (WZ) nas suas direções de crescimento equivalentes. Usamos neste estudo a formulação do método k.p que descreve as duas fases cristalinas em um mesmo Hamiltoniano, a aproximação da função envelope e a expansão em ondas planas. O poder de absorção foi calculado a partir das transições entre as bandas de valência e condução através da regra de ouro de Fermi. Mesmo o método k.p sendo o menos custoso computacionalmente, quando comparado com seus correspondentes ab initio, o tamanho das matrizes envolvidas nos cálculos pode ultrapassar a barreira dos giga elementos. Para lidar com essas matrizes, foi implementado um método de resolução de sistemas lineares iterativo, o LOBPCG, utilizando o poder de processamento disponível nas placas gráficas atuais. O novo modo de resolução apresentou ganhos consideráveis em relação ao desempenho observado com os métodos de diagonalização diretos em testes com confinamento em uma única direção. A falta de um pré-condicionador adequado limita o seu uso em NWs.Os cálculos de absorção para NWs na fase ZB apresentaram uma anisotropia em seu espectro de absorção de mais de 90%, enquanto os na fase WZ apresentaram dois regimes distintos de anisotropia, governados pelo aparecimento de um estado oticamente proibido no topo da banda de valência. Em suma, os resultados obtidos com o modelo teórico proposto nesse estudo apresentam as propriedades óticas reportadas na literatura, inclusive o estado oticamente proibido observado em outros sistemas na fase WZ com um alto confinamento quântico
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 25.07.2013
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CAMPOS, Tiago de; SIPAHI, Guilherme Matos. Nanowires de InP: cálculo do espectro de absorção via método k.p. 2013.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2013. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/76/76132/tde-25092013-092712/ >.
    • APA

      Campos, T. de, & Sipahi, G. M. (2013). Nanowires de InP: cálculo do espectro de absorção via método k.p. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/76/76132/tde-25092013-092712/
    • NLM

      Campos T de, Sipahi GM. Nanowires de InP: cálculo do espectro de absorção via método k.p [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/76/76132/tde-25092013-092712/
    • Vancouver

      Campos T de, Sipahi GM. Nanowires de InP: cálculo do espectro de absorção via método k.p [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/76/76132/tde-25092013-092712/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021