Exportar registro bibliográfico

A Argentina como referência de instrução pública: visões da elite normalista de São Paulo (1890-1920) (2013)

  • Authors:
  • Autor USP: TIZZOT FILHO, OMAIR GUILHERME - FE
  • Unidade: FE
  • Sigla do Departamento: EDF
  • Subjects: ENSINO PÚBLICO; HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO
  • Keywords: Argentina; Argentina; instrução pública; Normal School educators; normalistas; public instruction; São Paulo (Estado); São Paulo (state)
  • Language: Português
  • Abstract: Esta dissertação procura explorar as ideias sobre instrução pública da elite da geração dos educadores normalistas de São Paulo, utilizando-se como fonte de pesquisa dos escritos que produziram, tendo a organização do sistema escolar argentino como referência importante e próxima. O período escolhido para a pesquisa iniciou-se em 1890, ano da reforma republicana da Escola Normal, prosseguindo até 1920, quando Oscar Thompson, expoente máximo da geração de mestres normalistas, retirou-se da instrução pública paulista. Os mestres consideravam que o sistema escolar do estado estava em um nível superior em relação aos outros membros da federação, e por isso somente os centros mais avançados no exterior tinham o que lhe acrescentar. A Argentina era uma nação próspera, pela riqueza gerada no comércio de produtos agropecuários, e Buenos Aires, uma referência importante da civilização europeia na América do Sul. Tendo aprovado uma legislação nacional sobre instrução pública em 1884, construiu sua organização escolar com significativa anterioridade em relação ao Brasil. O estudo procurou mapear os escritos dos membros mais influentes do grupo de professores paulistas que trabalhou com informações sobre a educação argentina para o reforço de seus argumentos em prol de reformas na instrução pública do estado. Breves biografias dos educadores selecionados na pesquisa foram abordadas, assim como as circunstâncias nas quais escreveram sobre a instrução pública da nação vizinha. Temáticasvariadas geraram textos que incluíram a Argentina como conteúdo, tendo sido selecionados como exemplos para esta análise os escritos publicados sobre a Escola Normal e Método Intuitivo; Conselho Superior; Trabalho Manual e Ensino Profissional; Educação Física. Os resultados indicaram que a luta dos mestres normalistas para que a instrução pública tivesse um peso maior na sociedade os impulsionou a olhar para a organização escolar argentina
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.07.2013
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      TIZZOT FILHO, Omair Guilherme; BONTEMPI JUNIOR, Bruno. A Argentina como referência de instrução pública: visões da elite normalista de São Paulo (1890-1920). 2013.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-16092013-124708/ >.
    • APA

      Tizzot Filho, O. G., & Bontempi Junior, B. (2013). A Argentina como referência de instrução pública: visões da elite normalista de São Paulo (1890-1920). Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-16092013-124708/
    • NLM

      Tizzot Filho OG, Bontempi Junior B. A Argentina como referência de instrução pública: visões da elite normalista de São Paulo (1890-1920) [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-16092013-124708/
    • Vancouver

      Tizzot Filho OG, Bontempi Junior B. A Argentina como referência de instrução pública: visões da elite normalista de São Paulo (1890-1920) [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-16092013-124708/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021