Exportar registro bibliográfico

Estudo dose-dependente dos efeitos do laser terapêutico de baixa intensidade sobre a regeneração de nervos periféricos (2013)

  • Authors:
  • Autor USP: SENE, GIOVANA ALMEIDA LEITÃO - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RAL
  • Subjects: NERVOS PERIFÉRICOS (REFINO;REGENERAÇÃO); LASER NÃO CIRÚRGICO
  • Language: Português
  • Abstract: O laser é, talvez, o menos conhecido dos recursos físicos com possíveis efeitos sobre a regeneração dos nervos periféricos, particularmente no que se refere aos parametros de utilização. O objetivo deste estudo foi analisar o efeito do laser nas doses de 5, 10 e 20J/cm2 na reparação do nervo fibular de ratos após esmagamento. E ainda, por meio do modelo de lesão por esmagamento do nervo fibular do rato correlacionar os resultados avaliados pela análise funcional da marcha e por estudos morfométricos. Para tal, foi utilizada a avaliação funcional da marcha (IFF) e parametros morfométricos. Foram utilizados 50 ratos da linhagem Wistar, machos, com peso médio de 220+309, divididos em 5 grupos: 1 sem tratamento; 2 sham, 3 irradiação 5 J/cm2, 4 irradiação 10 J/crn2, 5 irradiação 20 J/cm2. Nos grupos experimentais foi empregado um modelo de lesão por esmagamento controlado do nervo fibular comum direito, por meio de uma pinça de pressão com 5Kgf e a seguir irradiados com laser de baixa intensidade AsGaAI (830nm, potência média 30mW e área do feixe 0,02cm2), por 21 dias consecutivos. A recuperação funcional foi avaliada em intervalos semanais até o 21° dia pós-operatório, por meio do índice funcional do fibular (PFI oulFF). Não houve diferença significativa (p>0,05) dos valores da análise de marcha (PFI) entre os grupos em qualquer momento de avaliação para o parâmetro. Dos parâmetros morfométricos avaliados a área do nervo mostrou diferenças significativas entre os grupos estudados. Os animais que receberam irradiação simulada (sham) apresentaram uma área maior em relação a aqueles que receberam irradição laser de 5J/cm2 e 10 J/cm2. Entre os demais grupos avaliados não houve diferença estastiticamente significativa em relação à área do nervo fibular. Quanto à densidade total o grupo que recebeu 10J/cm2 de irradiação laser apresentou valoressignificativamente superiores comparados a todos os demais grupos. Foi observada correlação fraca, porém significativa, da evolução em relação à área com r-0,308, o que corresponde ao aumento da área do nervo está relacionada com a melhora observada na análise de marcha. Concluiu-se que a utilização do laser AsGaAI (830nm) abaixo de 20J/cm2 de, em diferentes doses, não promoveu recuperação funcional no nervo fibular submetido a esmagamento, os resultados obtidas pela análise funcional da marcha (PFI) e estudos histo-morfométricos demonstraram que tal recurso não foi capaz de promover resultados benéficos na regeneração nervosa
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.05.2013

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SENE, Giovana Almeida Leitão; BARBIERI, Cláudio Henrique. Estudo dose-dependente dos efeitos do laser terapêutico de baixa intensidade sobre a regeneração de nervos periféricos. 2013.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2013.
    • APA

      Sene, G. A. L., & Barbieri, C. H. (2013). Estudo dose-dependente dos efeitos do laser terapêutico de baixa intensidade sobre a regeneração de nervos periféricos. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Sene GAL, Barbieri CH. Estudo dose-dependente dos efeitos do laser terapêutico de baixa intensidade sobre a regeneração de nervos periféricos. 2013 ;
    • Vancouver

      Sene GAL, Barbieri CH. Estudo dose-dependente dos efeitos do laser terapêutico de baixa intensidade sobre a regeneração de nervos periféricos. 2013 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021